Em 2009, os fãs do RBD receberam a notícia que tanto temiam: depois de virarem um fenômeno mundial, Alfonso Herrera, Anahi, Dulce Maria, Christian Cháves, Christopher Uckermann e Maite Perroni estavam oficialmente se separando. Agora, nove anos depois, nosso eterno Poncho decidiu revelar foi ele quem deu o primeiro passo para o fim da banda. OMG!

Em entrevista ao programa “En La Luna”, com Jesús Guzman, Alfonso diz que segue impressionado com os fãs de “Rebelde” até hoje. “Fomos muito bem, vendemos mais de 70 milhões de discos. Principalmente no Brasil, lá a proporção era monstruosa”, diz o astro, que emplacou papéis de sucesso após o fim do RBD, em séries como “Sense8” e “O Exorcista”.

Finalmente, sobre o fim do RBD, Poncho relembra: “Nosso contrato era até 2008. Nesse anos, a gente tinha que decidir se continuávamos ou não. Eu queria seguir em frente e fazer outras coisas, atuar… Quando expus meu ponto de vista pros executivos da Televisa, Pedro Damián e meu companheiros, todo mundo ficou mudo. Porque a novela não era mexicana, foi uma franquia comprada da Argentina e se continuássemos eles teriam que renovar essa compra dos direitos.”

Alfonso finaliza dizendo: “Eu decidi que ‘Obrigado, mas não, obrigado’ e nós tínhamos um acordo que era ‘se um sair, todos saem’ e isso foi respeitado. Mas o Christopher queria fazer outras coisas também, Maite já estava fazendo outros projetos, novelas… todo mundo já tava começando a se encaminhar.”