Buscando quebrar a hegemonia da Velha Senhora, o Milan irá encarar hoje (9) a Juventus pela final da Copa da Itália, no Estádio Olímpico, em Roma.

Campeã das últimas três edições, o clube de Turim tentará seu tetracampeonato e o 13º da história. Por outro lado, o Milan buscará sua sexta Copa, já que a última conquista foi na temporada 2002/2003.

No torneio, Juventus e Milan já se enfrentaram quatro vezes em finais, e a Velha Senhora levou três delas. A última foi na temporada 2014/2015, quando os bianconeri venceram na prorrogação por 1 a 0.

Com uma mão na taça do Campeonato Italiano, a Juventus buscará novamente conquistar tudo o que disputou na península. A Velha Senhora não teve dificuldades para chegar na final, passando por Genoa, Torino e Atalanta.

Mesmo sendo a grande favorita, o clima da Juventus para a partida é de muito respeito pelo Milan, que não faz um bom Campeonato Italiano. De acordo com o técnico Massimiliano Allegri, a equipe bianconera terá que dar 100%.

“Vencer a Copa nos levaria ainda mais longe na história da Juventus. Temos que jogar com muito entusiasmo. Contra o Milan estão sempre partidas equilibradas e uma final será ainda mais”, disse Allegri.

Para o jogo, a Juventus deverá entrar em campo com força máxima. O brasileiro Douglas Costa, que foi poupado no último sábado (5) na vitória diante do Bologna, poderá começar entre os titulares.

O caminho do Milan até a final foi mais árduo, principalmente nas semifinais, quando passou nos pênaltis pela Lazio. Anteriormente, a equipe comandada por Gennaro Gattuso havia eliminado a Inter de Milão e o Hellas Verona.

Vivendo uma fase não muito boa no Campeonato Italiano e correndo riscos de ficar de fora das competições europeias, o Milan poderá assegurar uma vaga na Liga Europa na próxima temporada caso conquiste a Copa da Itália.

Para evitar isso, Gattuso destacou a importância desta partida e confirmou que seus atletas vão dar o máximo para saírem com o título da Copa.

“Essa final é muito importante para nós. É como uma decisão de Copa do Mundo. Vamos jogar contra o time mais forte da Itália. Temos que jogar uma partida perfeita para levar o troféu para casa”, destacou Gattuso.

A única dúvida da equipe rossonera é o argentino Lucas Biglia, que está quase totalmente recuperado de uma fratura nas duas primeiras vértebras lombares e deverá ser relacionado ao jogo. Tirando isso, o Milan irá com força total.