Uma das heroínas mais queridas dos quadrinhos da Marvel dos últimos anos é a Ms. Marvel. Com seu jeito divertido, Kamala Khan conquistou leitores e passou a ter participação ativa nos Vingadores e chegou a criar o seu próprio grupo de heróis.

Antes de ser uma heroína e defender o mundo, Kamala era apenas mais uma escritora de fanfics na web. Os leitores descobriram seu fanatismo pela cultura nerd e por heróis logo em sua primeira HQ, quando sua mãe a interrompe durante a criação de uma fanfic dos Vingadores para que ela fosse jantar. Mesmo depois de começar a lutar contra o crime e virar uma Vingadora, ela nunca perdeu o encantamento de uma fã.

Ao contrário dos mutantes, cujo os poderes aparecem na puberdade, os Inumanos descobrem seus poderes após exposição à névoa terrígena. No caso de Kamala, seus poderes apareceram após ser envolvida por uma névoa liberada pelo Raio Negro e, após ter uma visão com a Capitã Marvel, ela acorda com poderes de alterar a massa de seu corpo e decide seguir os passos de sua inspiração. Muitos especulam que o fato da Casa de Ideias não ter os direitos cinematográficos dos mutantes na época influenciou na criação de Kamala como Inumana.

A heroína é capaz de deixar partes de seu corpo gigantescas ou minúsculas. Isso lhe dá uma força acima da média, além dela conseguir crescer e diminuir. Ela também conta com um poder de cura e pode mudar sua aparência – chegando no início a assumir a forma de Carol Danvers, mas ela não costuma usar esses poderes.

O fato de ser uma Inumana nunca influenciou muito Kamala, mas sua devoção à Capitã Marvel sempre fez diferença em sua vida. Mesmo não tendo ligação nenhuma com Carol Danvers, ela decide escolher o nome de Ms. Marvel pois sempre viu a heroína como inspiração. Eventualmente elas acabaram se conhecendo e Danvers assume o papel de mentora da jovem heroína – que chegou até a se decepcionar com ela por conta da Guerra Civil 2 – leia mais.

Além de ser uma nova personagem, Kamala foi a primeira heroína muçulmana da Marvel a ter sua própria HQ. Filha de pais paquistaneses, a ideia da criadora Sana Amanat era fazer com que a religião fosse importante, mas não fosse o foco principal da HQ.

O trio formado pela Ms. Marvel, o Homem-Aranha de Miles Morales e o Nova de Sam Alexander ganhou cada vez mais destaque nos quadrinhos nos últimos anos. Por serem três jovens heróis em formação, o trio conseguiu capturar a essência das primeiras histórias da Marvel – onde garotos e garotas comuns precisavam lidar com a responsabilidade de seus poderes ao mesmo tempo que precisavam lidar com problemas diários no colégio e com suas famílias.

A iniciativa de criar um novo grupo de heróis fora dos Vingadores partiu da própria Kamala Khan, que se decepcionou com os rumos da equipe após a segunda Guerra Civil. Ela inicialmente chamou seus dois grandes amigos, Nova e Miles Morales, para depois convidar o Hulk de Amadeus Cho, Viv Visão e o Ciclope do passado. Atualmente, a HQ do grupo é publicada pela Panini – leia mais.  

O ex-presidente dos EUA Barack Obama é um grande fã da personagem e acredita que ela é extremamente importante para jovens dos EUA. Em 2016, ele elogiou Sana Amanat, criadora do personagem, por ter feito uma heroína que mostra uma versão positiva de muçulmanos americanos e serve como modelo para meninos e meninas ao longo dos EUA. “A Ms. Marvel pode ser a sua criação para os quadrinhos, mas acredito que para garotos e garotas a sua heroína é muito real”, afirmou.