Categorias
Curiosidades

A magia dos games de futebol

Indiscutível que o brasileiro gosta de futebol. Não à toa somos o únicos tetra-campeões mundiais. Outra paixão de nosso povo são os jogos eletrônicos que ao longo dos anos conquistaram milhões de adeptos.

E quando as duas coisas se juntam, ai é festa completa. Os jogos eletrônicos de futebol estão entre os mais populares do planeta, movimentando milhares de dólares, num mercado que cresce sem parar. A evolução dos games do esporte bretão é constante e se mostra mais eficiente nas telinhas do que dentro dos gramados. Piadinha.

Com 143 páginas, muitas fotos e gostoso de ler o livro traça toda a trajetória desse nicho com o lançamento do “Hockey/Soccer” pela empresa Odyssey em 1979 até os mais recentes desenvolvidos pela japonesa Konami e seu Pro Evolution Soccer (PES) e a americana Eletronic Arts dona da marca FIFA.

Amante de games e futebol Athaide diz que o vídeogame reflete a tecnologia, a modernidade e os conhecimentos que moldam cada geração. “Mais do que provocar uma memória sentimental em cada um de nós, o impacto da evolução dos games de futebol chega a algo próximo de uma verdadeira revolução cultural. Prepare-se para conhecer tudo sobre esse universo: desde a história dos games de futebol ao longo dos anos até as origens e curiosidades das duas franquias mais populares e importantes da história”, diz o gamer.

E curiosidades não faltam como o fato de terem sido desenvolvidos até hoje 848 games de futebol. Outro capítulo interessante é a que mostra os jogadores que só existem nos games como o goleador nato Allejo. Inspirado no craque Bebeto. O camisa sete fictício da seleção brasileira foi criado pela Konami e apareceu em diversas versões como no Internacional Soccer 64 (1997) e no Pro Evolution Soccer (2014).

Com seriedade, respeito e compromisso com o leitor, o REGIONAL NEWS se propõe a preencher a lacuna existente no eixo LAPA – JUNDIAÍ, fechando parcerias e viabilizando o maior órgão de imprensa regional.

Buscar a verdade sempre, independente das forças e interesses contrários que a vida pública possa apresentar, sem jamais discriminar raça, credo, religião, posição sócio-econômica ou outras.

Comentários