Há quem diga que a fruta engorda porque tem muito açúcar. Por outro lado, existe quem defenda que a fibra presente na sua composição é mais importante do que tudo. Há, ainda, uma outra teoria que diz que devemos evitar consumir este tipo de alimentos antes das refeições e também a partir das 18 horas. Pois bem, a NiT está prestes a acabar com todas as dúvidas.

A importância do consumo variado de frutas ao longo do dia não é novidade. Afinal, são ricas em vitaminas, minerais e fibras — ou seja, bombas saudáveis para o organismo. Mas, segundo a Organização Mundial de Saúde, devemos consumir entre três a cinco peças de fruta por dia.

Teorias à parte, a nutricionista Mafalda Rodrigues de Almeida, autora do blogue NiT “Loveat”, garante que o fator mais importante a ter em conta é a quantidade ingerida, independentemente da hora a que a fruta é consumida. 

“Uma maçã consumida às 10 ou às 19 horas vai fornecer exactamente as mesmas calorias. Uma porção de fruta corresponde a 160 gramas, o que equivale ao tamanho de um pêssego ou laranja média. Quando falamos de bagos, como as uvas ou cerejas, esta quantidade corresponde entre oito a dez bagos (quantidade que é facilmente ultrapassada)”, explica.

Quando o objetivo é emagrecer, toda a gente sabe que é importante diminuir a quantidade de calorias ingeridas. Portanto, tal como em tudo, a quantidade de frutas consumidas deve ser ajustada. A sugestão da especialista são três peças diárias, independentemente da hora do dia. 

“Consumida entre as refeições, como snack, promove a saciedade, mantendo a quantidade de açúcar no sangue estável e prevenindo os ataques de compulsão alimentar. Se for consumida antes das refeições, contribui para reduzir o apetite na refeição principal”, revela à NiT.

Agora, o momento da verdade: e após as refeições? Faça o teste: entre uma mousse de chocolate ou uma peça fruta, qual julga ser ser a melhor opção para quem quer emagrecer? A resposta da nutricionista é que é preferível ingerir uma fruta para combater a vontade de comer um doce a seguir.

“Tendo em conta estas estratégias, é importante que saiba gerir o seu dia alimentar e que consuma a fruta de acordo com as suas necessidades, sejam elas controlar a fome durante o dia, prevenir a compulsão pelos doces ou reduzir as porções de alimentos nas refeições principais.”

Todas as frutas têm diferentes papéis no nosso corpo, pelo que deve sempre optar pelas que são da época e variar ao máximo durante o dia. No entanto, para quem está num processo de perda de peso, há frutas que podem ser as melhores apostas.