Dez animais foram encontrados em meio a escombros e muita lama na comunidade da Barreira do João do Guarda, um dos locais mais atingidos pelas fortes chuvas nesta terça-feira (3) em Guarujá, no litoral paulista.

“Fomos ao local para resgatar os animais e encontramos, em sua maior parte, os que perderam os seus donos. Um dos que foram resgatados estava cavando na tentativa de encontrar o seu dono. Ele estava morto embaixo de uma pedra”, conta Carlos Eduardo Vargas, diretor de Proteção e Bem-Estar Animal de Guarujá.

Os deslizamentos de terra no local provocaram o soterramento de 60 a 70 barracos na comunidade. Ao menos 200 pessoas estão desabrigadas em Guarujá. Moradores de outros bairros, voluntários, ajudam retirando escombros e lama acumulada no local.

Nas últimas 12 horas, choveu em Guarujá 282 mm, o que era esperado para todo o mês; em Santos, foram registrados 218 mm de chuva; em Praia Grande, 170 mm; São Vicente, 169 mm; Mongaguá, 160 mm, Cubatão, 132 mm e Itanhaém e Bertioga, 110 mm.

Até às 18h, a Defesa Civil confirmou 16 mortes, sendo 14 somente em Guarujá, a maior parte na comunidade da Barreira do João do Guarda. As outras suas ocorreram em Santos e São Vicente. Trinta e duas pessoas ainda estão desaparecidas, vinte delas em Guarujá, dez em Santos e duas em São Vicente.

Você já conhece as vantagens de ser assinante da Folha? Além de ter acesso a reportagens e colunas, você conta com newsletters exclusivas (conheça aqui). Também pode baixar nosso aplicativo gratuito na Apple Store ou na Google Play para receber alertas das principais notícias do dia. A sua assinatura nos ajuda a fazer um jornalismo independente e de qualidade. Obrigado!

Mais de 180 reportagens e análises publicadas a cada dia. Um time com mais de 120 colunistas. Um jornalismo profissional que fiscaliza o poder público, veicula notícias proveitosas e inspiradoras, faz contraponto à intolerância das redes sociais e traça uma linha clara entre verdade e mentira. Quanto custa ajudar a produzir esse conteúdo?

Copyright Folha de S.Paulo. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folhapress.

Comentários