“Estou amando essa fase solo. Estou trabalhando e me divertindo muito. Esse EP é uma nova face minha, porque estou apresentando um tipo diferente de canto e de vídeo”, declarou ela para o Extra. Dessa vez, as canções não são tão dançantes: “Mas já já faço músicas assim de novo”.

A artista disse como foi gravar com 29 cobras para o clipe Veneno. “Quando fui gravar “Sua cara”, escolheram a cobra naja. Ela ataca, aí eu estava apavorada. Mas quando é uma cobra dessas domesticadas, é tranquilo. Eu gosto, amo”, revelou.

“Veneno é a música principal, mas quando eu estava no estúdio e o Pharrell me deu Goals, achei que ambas conversavam. Pensei em lançar juntas, mas não fazia o menor sentido não ter nada em português também”, disse a poderosa. “Pharrell é um amor de pessoa. Ele amou o clipe e eu falei para ele postar (risos)”, brincou.

Como no clipe “Não Perco Meu Tempo” ela beija muito, muitas pessoas apontaram como uma indireta para o ex-marido Thiago Magalhães. No entanto, ela nega. “Sou diretona mesmo. Sempre fiz música assim, independentemente de ex ou não. O que eu queria com esse clipe era desproblematizar as relações. Qualquer relação é para ser vista como normal, cotidiana e sem rotular”, explicou.

A cantora contou como será sua série documental no Netflix, “Vai Anitta”. “Vai mostrar um pouco de quem sou eu em casa, como chefe e como costumo fazer meu trabalho acontecer. Vão me ver chorando, rindo e dando esporro. Estou bem empolgada para ver a reação das pessoas”, afirmou.