O feriado nacional chinês é oficialmente de 15 dias e cada dia é recheado de festas e rituais. Como toda boa passagem de ano, as comemorações são regadas de superstições, comida e a momento de ver a família. Neste artigo mostramos como são algumas das superstições mais estranhas para nós brasileiros.

Algumas palavras emitem sons que podem ser considerados como atrativas ao azar. A palavra sapato (haai), por exemplo, tem o som parecido com ‘perder’ em cantonês. Portanto, comprar calcados neste final de ano pode ser sinônimo de azar.

Não é de hoje que os chineses são loucos por fogos de artifícios, aliás, eles próprios inventaram a pólvora e os fogos. Apesar de proporcionarem um espetáculo estonteante, a finalidade desses foguetes é de manter os monstros longe das casas. O ponto fraco dos Nians (nome dado aos monstros) são os ouvidos e os fogos os afastam das crianças, principais vitimas deles.

A roupa vermelha é uma das preferidas do chineses nestes dias de comemoração e, ao contrário do Brasil, não é porque eles estão atrás de um amor novo, mas sim porque os Nians têm medo desta cor. As roupas íntimas costumam ser vermelhas e a palavra “cueca” tem o som bem parecido com a palavra “sorte”.