Ao abordar racismo, “Todos os Mortos” é o único brasileiro na disputa do Festival de Berlim

Dirigido por Caetano Gotardo e Marco Dutra, “Todos os Morto s ”é ambientado em São Paulo, em 1899, e mostra o reencontro de família negra com fazendeiros de quem foi escrava — Foto: Divulgação

Família negra cruza novamente o caminho dos fazendeiros de quem foi escrava 11 anos depois da assinatura da Lei Áurea. Enquanto os Soares, os proprietários de terras, ainda se prendem à mentalidade de supremacia branca, a família Nascimento tenta encontrar o seu lugar em uma sociedade que ainda vê os negros como cidadãos de segunda classe.

Comentários