document.write(‘Estadão Conteúdo‘);

Zeca Pagodinho chegou aos seus 60 anos de idade. E, como não poderia deixar de ser, o cantor fez uma festança daquelas para celebrar a data. Para começar, o desejo de Zeca foi apenas um: – Eu só quero é paz. Ele falou isso bem no início da super festa realizada na cidade do samba, no Rio de Janeiro, na última segunda-feira, dia 4.

O cantor ṇo foi o ̼nico a ser curto nas palavras com a imprensa. Quando viu que seria entrevistada, D̩bora Block falou somente: РDesculpa, hoje estou de folga, apesar de ter posado para fotos. O mesmo fizeram Eri Johnson e Fernanda Paes Leme, que passaram correndo e logo se jogaram na pista de dan̤a.

O coro de parabéns foi puxado por Dudu Nobre, mas Eri subiu ao palco para soltar a voz. Nem mesmo a chuva que caiu na cidade e as goteiras que pingavam em alguns cantos do salão conseguiram tirar o brilho da celebração. Junto da mulher, Mônica Silva, dos filhos Louis, Eduardo, Maria Eduarda e Elisa, o cantor recebeu mais de mil convidados. Cerca de 250 profissionais se envolveram na produção. Para matar a sede, foram encomendadas 200 caixas de cerveja. O bolo tinha quatro andares e foi todo pintando em tinta comestível, reproduzindo a textura da madeira, com pintura do marca criada em celebração aos seus 60 anos. Para quem está impressionado com os números da festa, pode anotar mais um. A mesa do bolo contou com dez mil docinhos caseiros. Uau!

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

document.write(‘Estadão Conteúdo‘);

Zeca Pagodinho chegou aos seus 60 anos de idade. E, como não poderia deixar de ser, o cantor fez uma festança daquelas para celebrar a data. Para começar, o desejo de Zeca foi apenas um: – Eu só quero é paz. Ele falou isso bem no início da super festa realizada na cidade do samba, no Rio de Janeiro, na última segunda-feira, dia 4.

O cantor ṇo foi o ̼nico a ser curto nas palavras com a imprensa. Quando viu que seria entrevistada, D̩bora Block falou somente: РDesculpa, hoje estou de folga, apesar de ter posado para fotos. O mesmo fizeram Eri Johnson e Fernanda Paes Leme, que passaram correndo e logo se jogaram na pista de dan̤a.

O coro de parabéns foi puxado por Dudu Nobre, mas Eri subiu ao palco para soltar a voz. Nem mesmo a chuva que caiu na cidade e as goteiras que pingavam em alguns cantos do salão conseguiram tirar o brilho da celebração. Junto da mulher, Mônica Silva, dos filhos Louis, Eduardo, Maria Eduarda e Elisa, o cantor recebeu mais de mil convidados. Cerca de 250 profissionais se envolveram na produção. Para matar a sede, foram encomendadas 200 caixas de cerveja. O bolo tinha quatro andares e foi todo pintando em tinta comestível, reproduzindo a textura da madeira, com pintura do marca criada em celebração aos seus 60 anos. Para quem está impressionado com os números da festa, pode anotar mais um. A mesa do bolo contou com dez mil docinhos caseiros. Uau!