Scarlett Johansson, 33, desistiu de interpretar o homem transgênero Dante “Tex” Gill em Rub & Tug, cinebiografia de Mr. Gill, figura que comandou a indústria de casas de massagem usadas como fachada para a prostitução na Pensilvânia, nos Estados Unidos, durante os anos 1970.

Em comunicado à revista OUT, Scarlett declarou: “À luz das recentes questões éticas levantadas em torno da minha escolha para o papel de Dante ‘Tex’ Gill, decidi respeitosamente cancelar minha participação no projeto. Nossa compreensão cultural sobre as pessoas trans continua a avançar, e eu aprendi muito com a comunidade desde que fiz minha primeira declaração sobre o casting, e percebi que foi insensível.”

Jamie Clayton, a Nomi de Sense8, também criticou a decisão. “Atores trans nem chegam a fazer testes para qualquer outro papel que não seja o de um personagem trans. Esse é o real problema. Nós não podemos nem ‘entrar na sala’. Escolham atores trans para papéis de personagens não-trans. Eu os desafio”, escreveu ela.

Em resposta, Scarlett Johansson soltou um comunicado que não ajudou em nada na defesa de sua escolha. “Diga-lhes que podem direcionar [as críticas] aos representantes de Jeffrey Tambor, Jared Leto e Felicity Huffman para comentários”, disse, em referência aos papéis de seus colegas em Transparent, Clube de Compras Dallas e Transamérica, respectivamente.