Categorias
Música

Cabo Bebeto denuncia música “Verdinha” de Ludmila ao MP e Polícia Federal

Geral — A música “Verdinha” lançada pela cantora de funk Ludmila, tem causado polêmica desde seu lançamento. A cantora divulgou a canção no programa Encontro, apresentado por Fátima Bernardes, na Rede Globo, e desde então tem sido bombardeada nas redes sociais por parlamentares e internautas mais conservadores.

O deputado estadual Cabo Bebeto (PSL-AL), protocolou uma denúncia contra a cantora e encaminhou tanto ao Ministério Público Federal de Alagoas (MPF-AL), quanto a Polícia Federal. Na ocasião, Bebeto gravou um vídeo em sua rede social explicando o motivo da denúncia e a gravidade que a “música” representa para a família brasileira.

As drogas estão devastando famílias e vidas. Não podemos mais permitir que entrem em nossas casas e incitem nossos jovens a plantar, traficar e usar drogas, como a TV GLOBO o fez. Em um horário (10h30) em que muitos pais estão trabalhando e que têm a televisão como aliada na educação dos filhos, nem com ela podem mais contar. Não pude ficar INERTE diante de tamanha COVARDIA e desserviço por parte da TV GLOBO e da apresentadora FÁTIMA BERNARDES. Diante do incomensurável alcance da emissora e do fato de que nossos jovens se tornaram vítimas dessa INCITAÇÃO À PRÁTICA DE ATIVIDADES CRIMINOSAS, me vi na obrigação de provocar o Ministério Público Federal em Alagoas para que tome as devidas providências visando PUNIR todos os envolvidos. O BRASIL não suporta mais perder seus filhos por conta das drogas e Alagoas não pode ser vítima dessa “CULTURA” imposta por empresas e pessoas que se beneficiam com a desgraça das famílias. Estarei sempre em alerta. Se cada um fizer a sua parte, tem jeito e vai dar certo. Acesse: www.cabobebeto.com.br #DeputadoEstadual #CaboBebeto #AlagoasMaisForte

Em Minas Gerais, existe uma briga mais acirrada entre o deputado federal Cabo Júnior Amaral (PSL-MG), e a cantora. Para Amaral, Ludmila traz na música uma forte apologia ao crime. Em seu Twitter, ele confirmou que apresentou uma nova moção contra a música da cantora ao Ministério Público.

“O tempo de assistirmos sentados essas ofensas às nossas famílias calados, acabou! Apresentei moção de repúdio na Comissão de Segurança, notícia-crime junto a Polícia Federal e representei também no Ministério Público Federal a cantora por essa “música” que faz apologia ao crime”, disse o deputado.

Nos ataques que estou recebendo descobri que além do analfabetismo há outro requisito pra ser fã da Ludmila, ser estranho. É impressionante, não encontro nenhum perfil “terreno” pic.twitter.com/eafRnSL4V1

Crime aconteceu nesta segunda-feira (13). A vítima, ainda sem identificação, teve a cabeça degolada e deixada a poucos metros do corpo

Comentários