O Caderno de Música deste sábado (29) fala sobre as principais caracteristicas das Rapsódias. O termo vem da literatura e quer dizer “recitação de poema”. Trata-se de fragmentos ou citações de cantos épicos ou de qualquer composição poética ou folclórica. 

Semelhante à literatura, na música, a rapsódia também consiste em citações ou variações de alguma obra. Ela é formada a partir de trechos melódicos extraídos de outras obras vocais ou instrumentais, muitas vezes oriundos de temas tradicionais ou folclóricos. 

As rapsódias mais conhecidas são as que possuem melodias extraídas de canções de determinadas regiões ou países. Dentre elas, destacam-se as famosas “Rapsódias Húngaras”, de Franz Liszt. Compostas entre 1846 e 1853, estas rapsódias de Liszt são constituídas por 19 obras para piano baseadas em temas populares húngaros. Posteriormente, algumas destas rapsódias receberam versões para grupos de câmara ou até mesmo para grandes orquestras, principalmente a “Rapsódia número 2”, que é a mais famosa de todas e já foi utilizada em comerciais, filmes e até desenhos animados.