O Teatro Paulo Moura será palco do “Concerto de Inverno”, apresentado pela Orquestra Jovem de Cordas Friccionadas, da Camerata Jovem Beethoven. O evento será realizado nesta quinta-feira, 25, às 20 horas e os ingressos já estão à venda.

Sob a regência do maestro Alan Michel Pereira de Souza, a orquestra apresentará um repertório bastante diversificado com peças de grandes compositores como Franz Joseph Haydn, Johann Sebastian Bach e Antonio Vivaldi. “Preparamos uma apresentação com composições que vão desde o período barroco até o período moderno e contemporâneo, incluindo canções populares, como música sertaneja”, explicou o maestro. A música que encerrará a apresentação será “Oh Happy Day”, do norte-americano Edwin Hawkins.

O evento também contará com as participações especiais dos flautistas Rodrigo Martinez Castro e Gustavo Pirateli, que realizam performance de Duas Flautas em Dó Maior, de Antonio Vivaldi. A orquestra é formada por 46 músicos, divididos em instrumentos de corda e sopro. O grupo é composto por jovens com idades entre 14 e 21 anos e que iniciaram a preparação há dois meses. 

Ainda segundo o maestro, a escolha das peças foi pensada para auxiliar no desenvolvimento dos alunos. “Nosso trabalho é diário, os alunos passam a criar gosto musical conforme a gente trabalha músicas novas. É um lapidamento que precisa ser feito diariamente”.

Um dos solistas da Orquestra será o violinista Lucas Alexandre de Souza, 16 anos, que aprendeu a tocar o instrumento há cerca de três anos e diz reconhecer o tamanho da responsabilidade. “A gente tem que ter uma preparação muito mais focada, não só momento do solo. Temos que estar sempre preparados. É muita responsabilidade conduzir a orquestra e ajudar o maestro, pois o solista é a voz principal naquele momento”, conta.

Depois da performance de quinta-feira, o grupo foca nos próximos projetos. No mês de setembro eles se apresentam em Adamantina, no dia 7, e novamente no Teatro Paulo Moura, no dia 29. No dia 3 de outubro, os músicos viajam até Varginha, em Minas Gerais. Para fechar o ano, estão programadas duas apresentações de Natal, no mês de novembro. 

Fundada em 2011, a Camerata Jovem Beethoven é um projeto sociocultural e socioeducativo que visa à formação e integração dos cidadãos na arte. O projeto ensina música, desenho e pintura para crianças, adolescentes e jovens com idades entre 5 e 29 anos de idade. A Orquestra Jovem de Cordas Friccionadas é composta pelos naipes de violino, viola, violoncelo e contrabaixo acústico.

Para continuar lendo esta matéria, faça seu login de assinante:

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diario da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Facebook Comments