O 69 é uma das posições mais queridinhas na hora do sexo. Na opinião de quem curte, é a solução perfeita para turbinar as preliminares e proporcionar prazer aos dois envolvidos simultaneamente. A unanimidade é tão verdadeira que a posição virou “feriado”: foi escolhida para definir, mundialmente, o Dia do Sexo, comemorado em 6 de setembro (06/09) com duplo sentido. Mas, a fama, entretanto, está ameaçada com o surgimento de outra proposta para apimentar ainda mais a hora H: o 68.

A principal diferença entre o 68 e o 69 é que, na nova versão, o prazer intenso é dado a apenas uma das partes. O casal, é claro, pode se revezar para que ninguém saia perdendo.

Um dos parceiros deve estar deitado com a barriga para cima e os pés apoiados no chão. Em seguida, o/a outro/a companheiro se deita por cima, na mesma posição, apoiando os pés ao lado da cabeça de quem está por baixo. A partir daí, basta o de baixo cair de boca na genitália do felizardo de cima.

Cada casal pode adicionar o seu toque especial, que podem ser almofadas, para deixar mais confortável, ou apoiar as mãos no chão para diminuir o peso em cima do parceiro, além de dar mais possibilidade de movimentações, deixando tudo ainda mais gostoso.