De terça a sexta, a programação terá formato dinâmico, com filmes curtos e alterados semanalmente. Nos sábados e domingos de julho (a programação dos fins de semana será substituída mês a mês), serão exibidos os documentários Pompidou: Isto Não É um Museu, de Jean-Marc Gosse (às 14h), e Blurred Lines: Os Segredos da Arte Contemporânea, de Barry Avrich (às 16h).

O cinema, acessível a portadores de deficiência física, conta com 33 confortáveis poltronas originais da antiga residência da família Marinho e expõe duas grandes pinturas de Clovis Graciano e Genaro de Carvalho. No lounge em frente, o público pode apreciar ainda uma série de litografias aquareladas de Debret e a escultura em bronze Glebe-ailes, de Maria Martins.

A nova atividade se soma às exposições que seguem em cartaz no instituto cultural, que em pouco mais de dois meses de funcionamento, já recebeu uma média de 20 mil visitantes. A Casa Roberto Marinho também promoveu recentemente a série de palestras Olhares Modernos, sobre as obras de Guignard, Pancetti e Ismael Nery.

10 a 13/ julho
Obras de Arte Inesquecíveis: Passeio de Marc Chagall (9 min)
Obras de Arte Inesquecíveis: Jovem Triste em um Trem de Marcel Duchamp (9 min) Obras de Arte Inesquecíveis: Doces Sonhos de Gauguin (9 min)
Documentário “A Casa”, de Antonio Carlos da Fontoura (14 min)

17 a 20/ julho
Obras de Arte Inesquecíveis: Um Inglês em Moscou de Kasimir Malevich
Obras de Arte Inesquecíveis: Girafa em Chamas de Salvador Dalí
Obras de Arte Inesquecíveis: Campo Feliz de Jean Dubuffet
Documentário “A Casa”, de Antonio Carlos da Fontoura (14 min)

24 a 27/ julho
Obras de Arte Inesquecíveis: Interior Holandês I de Joan Miró
Obras de Arte Inesquecíveis: Quatro meninas em uma ponte de Edvard Munch
Obras de Arte Inesquecíveis: Torre Eiffel, Campo de Marte de Robert Delaunay
Documentário “A Casa”, de Antonio Carlos da Fontoura (14 min)

Arte no Cinema. Instituto Casa Roberto Marinho. Rua Cosme Velho, 1105, Cosme Velho. Terça a domingo, das 12h às 18h. Ingressos: R$ 10 (inteira) / R$ 5 (meia entrada). Às quartas-feiras, a entrada é franca. Aos domingos, “ingresso família” a R$ 10 para grupos de quatro pessoas.

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.