A ex-Miss Bumbum, Andressa Urah, e a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, são quase irmãs.  De acordo com as montagens que Andressa recebe todos os dias, as personalidades são extremamentes parecidas. 

Segundo a revista Quem, a modelo sente orgulho em ser comparada com Michelle. “Familiares e amigos também falam que sou muito parecida com ela. No shopping, uma menina me parou e chegou a comentar o quanto eu era parecida com ela. Fico muito feliz”, disse.

“Me sinto lisonjeada porque acho ela linda e sei que é uma mulher de Deus, que gosta de ajudar as pessoas. Ser comparada com ela é algo que me faz me sentir muito lisonjeada mesmo”, explicou Andressa.

Andressa, que tem um passado marcado por polêmicas, incluindo prostituição e envolvimento com políticos, defende que existam “pessoas certas” para representar a população. “Apesar das experiências ruins que eu tive no passado com pessoas de mau-caráter dentro da política, acredito que existam pessoas boas que podem melhorar o Brasil”.

Ainda teve oportunidade para dizer que se fosse a primeira dama lutaria pela educação. “Eu acho que se uma criança é bem instruída na infância, ela não vai para o caminho do crime. Essa desigualdade social faz com que muitas pessoas acabem entrando para a prostituição e para o crime. Eu vivi isso. A minha infância foi de muita pobreza e dificuldade financeira”, ponderou. 

“Sei que não justifica as minhas escolhas erradas, mas faz com que muitas crianças acabem optando ir para um caminho errado porque elas querer ter coisas que a família não tem condições de dar. O mercado de trabalho acaba sendo muito competitivo e você acaba ganhando pouco. As crianças veem os outros com iphone, tênis carro e acabando optando pelo crime e prostituição, por um caminho mais rápido”, encerrou Andressa Urah. 

Comentários