Atores, cineastas, cantores e chefs famosos, entre outras celebridades da Coreia do Sul, tiveram os celulares hackeados nos últimos meses e foram extorquidos pelos criminosos virtuais, segundo o site Dispatch. O ponto em comum entre estas personalidades é que todas elas possuem um celular Samsung Galaxy.

Segundo a página coreana, as invasões teriam acontecido a partir do Samsung Cloud, serviço de armazenamento na nuvem da marca, possibilitando o acesso indevido a fotos, vídeos, mensagens de texto e informações de contato, entre outros dados pertencentes aos famosos.

Com estes dados em mãos, os criminosos estavam exigindo pagamentos que variavam de 50 milhões a 1 bilhão de wons sul-coreanos (de R$ 176 mil a R$ 3,5 milhões, em conversão direta) das vítimas, para que não tornassem públicas fotos íntimas, mensagens privadas e outras informações.

Há relatos de que um famoso cantor do país teria cedido à chantagem e pagado a quantia exigida pelos golpistas com o objetivo de evitar o vazamento dos seus dados na internet, de acordo com o Gizchina.

O “hacker de celebridades” teria feito muitas vítimas na Coreia do Sul usuárias dos celulares da Samsung e do serviço online, conforme divulga a imprensa local. No entanto, os nomes dos famosos que tiveram os smartphones invadidos estão sendo mantidos em sigilo.

Uma das vítimas especuladas é o ator Joo Jin-mo, que por não ter efetuado o pagamento solicitado acabou tendo conversas com outros atores armazenadas em seu dispositivo expostas para todos, como forma de retaliação.

Comentários