As eleições presidenciais dos Estados Unidos da América foram um dos principais assuntos nas redes de todo o mundo ao longo da semana. A disputa entre o democrata Joe Biden e o republicano Donald Trump tomou conta das redes conforme a apuração dos votos, que começou na terça-feira (3), avançou de forma equilibrada. No Brasil, os internautas se posicionaram em relação à forma como o relacionamento entre Brasil e EUA seria ditado pelo resultado final das eleições. Diversas postagens questionaram o futuro da Amazônia, em relação às afirmações de Biden sobre “reunir o mundo para garantir a preservação” da floresta e como a política internacional brasileira seria afetada. Outra parcela de internautas preferiu se ater aos memes, manifestar apoio a um dos candidatos ou, ainda, lembrar de Kanye West. 

O fim do ano está chegando e os internautas acharam um novo motivo para temer: 2021. A tradicional série americana “Os Simpsons”, de Matt Groening, é famosa por suas previsões do futuro, como a eleição de Donald Trump em 2016, a vitória da Alemanha na Copa do Mundo de 2014 e a crise financeira da Grécia, entre outros fatos “previstos” pela trama de alguns episódios. O problema para os internautas está justamente no episódio especial de Halloween da 32ª temporada, exibido no dia 1 de novembro, com a temática das eleições dos EUA. Durante o episódio, um cenário apocalíptico é mostrado com uma marcação do dia 20 de janeiro de 2021, o que tem assustado os internautas, se for mais uma previsão certeira, e gerado uma onda de memes. 

Um dos principais assuntos da semana nas redes foi o caso envolvendo Mariana Ferrer, que alega ter sido estuprada pelo empresário André de Camargo Aranha em um clube em Florianópolis. A audiência do caso ganhou notoriedade na última terça-feira (3) e gerou revolta por ataques feitos por Cláudio Gastão da Rosa Filho, advogado de defesa de André Aranha, a Mariana Ferrer. A decisão judicial da sentença foi a absolvição do empresário, por entendimento da promotoria do caso de que André não teria como saber que Mariana não estava em condições de dar consentimento à relação sexual. A postura dos oficiais durante a audiência, os ataques do advogado e o resultado final originaram uma onda de protestos nas redes, que classificaram a conclusão do promotor como “estupro culposo”, pedindo justiça por Mariana Ferrer e denunciando a gravidade da situação. 

Uma consequência da proporção que o caso Mari Ferrer tomou foi a repercussão de falas de outros influenciadores. Um deles foi a comparação entre a absolvição de André Aranha e a condenação do ex-presidente Lula feita pela advogada e apresentadora da CNN Gabriela Prioli. A mestre em Direito Penal pela Universidade de São Paulo (USP) afirmou que pessoas “sem conhecimento técnico acham difícil separar a emoção da razão nesse caso”, para confirmar aspectos do Direito que analisou em uma série de stories no Instagram. No entanto, as pessoas criticaram a postura “tecnicista” de Prioli e afirmaram que o conhecimento técnico específico em direito não é pré-requisito para defender Mariana Ferrer.

Gabriela Prioli:“Eu me sensibilizo com o caso mas vc não entendem de questões TÉCNICAS juridicas né pq se vcs nao sabem e sou ADVOGADA entendo de LEIS, queres ver minha carteirinha da OAB?” pic.twitter.com/yfF2CYAzws

Outro rumo que a repercussão do caso tomou aconteceu na Jovem Pan com a fala de Rodrigo Constantino sobre o caso. Em vídeo de opinião sobre a conclusão do caso, Constantino afirmou que castigaria a filha caso fosse vítima de estupro nas mesmas condições que Mariana Ferrer. As postagens já em protesto contra o caso todo passaram a denunciar também a postura e cobrar providencias por parte da Jovem Pan. Constantino foi demitido no mesmo dia. 

A cantora Luísa Sonza ficou entre os trending topics do Twitter por um motivo inesperado: internautas confundiram Luiza Sousa Paes, ex-assessora de Flávio Bolsonaro que confessou o esquema de “rachadinha” envolvendo Fabrício Queiroz no gabinete do político, com a famosa. Foi em depoimento ao Ministério Público que Luiza Sousa Paes confessou que recebia salário e devolvia 90% dos proventos a Fabrício Queiroz. Já Luiza Sonza entrou na brincadeira pela confusão de nomes e teve seu nome em um novo tópico, dessa vez repleto de memes. 

Mais um assunto comentado em tom de preocupação pelos internautas é a volta de medidas de lockdown e quarentena rigorosa na Europa. Países como Inglaterra, França e Áustria retomaram políticas para conter o contágio da Covid-19, com fechamento de estabelecimentos, incentivo ao home-office e proibição de aglomerações, ao longo dessa semana. As medidas têm o objetivo de conter um eventual segundo contágio em larga escala. 

Alguns países na Europa entrando em lockdown por causa da segunda onda de infecção do COVID-19, e o Brasil ainda não saiu nem da primeira onda e continua abrindo tudo mesmo com +- 160 mil mortes, o nosso futuro vai ser “ótimo”…

Comentários