A magnata da mídia Oprah Winfrey virou trending topic na noite de terça-feira, quando uma teoria da conspiração QAnon viralizou no Twitter. Inúmeros relatos alegavam que a casa de Oprah em Boca Raton, na Flórida, havia sido invadida e revistada e que ela estava presa por acusações de tráfico sexual.

Depois de ser um dos principais trending topics por várias horas, Oprah Winfrey, de 66 anos, decidiu esclarecer que os rumores não eram verdadeiros. “Acabei de receber uma ligação dizendo que meu nome é popular. E ser trollada por alguma coisa FAKE horrível. NÃO É VERDADE”, começou a apresentadora. “Não sofri invasão ou fui presa. Estou apenas mantendo a higiene e a distância com o resto do mundo. Fiquem seguros, pessoal”, concluiu ela no seu perfil.

FAKE NEWS: Entre os relatos falsos que circulam sobre Oprah Winfrey é que sua casa em Boca Raton, na Flórida, foi revistada pela polícia para revelar túneis subterrâneos que ela supostamente teria usado para o tráfico sexual (Foto: Twitter)

De acordo com o Daily Mail, entre os relatos falsos que circulam sobre Oprah está que sua casa em Boca Raton, na Flórida, foi interditada e escavada para revelar túneis subterrâneos que ela supostamente teria usado para o tráfico sexual, o que não é verdade. Também houve relatos de ataques em sua casa, e que ela seria apenas uma das muitas celebridades presas, incluindo Tom Hanks, cuja infecção por Coronavírus seria para “mascarar” sua prisão.

A teoria da conspiração fica ainda mais bizarra e diz que Harvey Weinstein recebeu uma sentença mais leve por ter delatado outros pesos pesados ​​de Hollywood como Quentin Tarantino, John Travolta, Steven Spielberg, Charlie Sheen e políticos como Bill Clinton e Joe Biden. Andy Lassner, que trabalha para Ellen DeGeneres, uma das celebridades citadas na teoria, comentou os rumores sobre Oprah. “A quantidade impressionante de pessoas que acreditam em uma história 100% falsa sobre Oprah não me faz sentir bem com as chances da sociedade continuar”, disse Lassner.

Comentários