Categorias
Música

Cinegrafista morto em acidente havia superado o coma, era apaixonado por música e pai de uma …

O operador de câmera da TV Vitória, Pedro Henrique Salles, de 33 anos, morto em um acidente de carro na manhã desta terça-feira (31), era apaixonado por música, casado e pai de uma menina, a Dandara, de 1 ano. 

Peagá Salles, como era conhecido no mundo musical, e chamado entre os amigos e funcionários da TV Vitória, além de distribuir alegria nos corredores da TV, também realizava várias apresentações com rimas e beatbox, e produzia vídeos com conteúdos engraçados, como a série Sabor Bizarro, onde misturava alimentos de uma forma nada convencional.

O cinegrafista morreu após perder o controle do veículo que dirigia e bater contra um poste, na rua Dona Maria Rosa, próximo a Avenida Nossa Senhora da Penha, em Vitória.

Peagá Salles possui uma história de vida que pode ser considerada sinônimo de superação. Em 2013, após sofrer um acidente doméstico, teve traumatismo craniano, perda de massa encefálica e ficou 15 dias em coma induzido. Mas se recuperou e retornou a TV Vitória, onde já estava há 12 anos. 

Recentemente, o cinegrafista realizou postagens nas redes sociais sobre como enfrentou a doença da esposa, que teve câncer. Juntos, venceram a doença e tiveram uma filha, a Dandara, paixão que Peagá fazia questão de dividir com os amigos, colegas de trabalho e seguidores nas redes sociais.

Na última segunda-feira (30), Peagá fez uma postagem mostrando uma gravação realizada há mais de 10 anos, onde apresenta os bastidores do programa Balanço Geral, no qual era cinegrafista.

Além de cinegrafista, Peagá era um apaixonado por música. Ele era daqueles que a todo momento estava cantarolando, ou melhor, no caso dele, fazendo beatbox e rimas.

Comentários