Com a Lua em seu signo em posição tensa com Sol e Mercúrio é bom que você deixe bem claro seus limites para evitar que as pessoas se metam na sua vida, e isso causar confrontos entre as necessidades pessoais e do grupo. Não crie resistência, porém preserve seu espaço usando a sensatez.

Tempo de renovação com a Lua na casa da crise em oposição ao Sol e Mercúrio. Situações que pareciam superadas retornam, e pode ser particularmente desafiante enfrentá-las com sua autoconfiança estremecida. Mas você tem a escolha de fazer diferente desta vez e transformar a situação.

Casa das amizades hospeda a Lua em oposição a Sol e Mercúrio e sacode sua vida social com adversidades que deixam incongruências à mostra, causando antagonismos. Tenha na manga toda a gentileza e maturidade emocional para não reagir com hostilidade quando encontrar comportamentos prepotentes.

Sua capacidade em lidar com seus compromissos será testada enquanto a energia lunar estiver oposta ao Sol e Mercúrio. Cultive a flexibilidade para ultrapassar os obstáculos, fazendo-se presente quando as circunstâncias assim o pedem e, ao mesmo tempo, não se permitindo sobrecarregar.

Tenha cautela para não ser influenciado por suposições e opiniões fantasiosas, já que as comunicações na esfera profissional sofrem com o trânsito oposto da Lua com Sol e Mercúrio. Trabalhe com suposições em outro momento mais favorável, e foque agora em informações precisas e baseada em fatos.

Tensão da Lua com Sol e Mercúrio requisita uma administração financeira mais diligente, pois você pode vir a sofrer perdas por erros de planejamento. Cuide principalmente ao usar o dinheiro para se divertir, já que a vida social é a maior fonte de descontrole orçamentário. Comece fazendo uma análise monetária.

Energia lunar em oposição ao Sol e Mercúrio vai causar contraposições entre as necessidades pessoais e as coletivas. Para minimizar os desacordos, utilize-se da habilidade diplomática para buscar harmonizar o que cada um espera, e encontrar o caminho do meio, em nome das boas relações.

Você pode se sentir um pouco sufocado com as necessidades da rotina, até das que já está acostumado, mas que durante a oposição Sol-Lua-Mercúrio, se desarmoniza. Proponha-se um comportamento pragmático ao lidar com os desafios para tirar maior proveito das circunstâncias e evitar dramas.

Sol e Mercúrio ficam em posição oposta à Lua e lhe influencia um desejo maior de socializar, porém sem considerar a ponderação com o orçamento. Que tal priorizar um entretenimento sem custo ou que seja mais coerente com o que tem na carteira? Divirta-se com consciência.

A melhor pedida no período é a introspecção, uma vez que a casa da família recebe o movimento tenso da Lua com Sol-Mercúrio, que deixam as emoções à flor da pele. Como isso pode prejudicar suas relações, limite a quantidade de gente com quem interage, e escolha locais discretos.

Atenção extra em como você expressa seus pensamentos e sustenta seus pontos de vista. Com Sol e Mercúrio opostos à Lua na casa três, haverá interferências que atrapalham suas habilidades nas comunicações, já que o drama pode estar virando a esquina.

Lua na casa do dinheiro em trânsito tenso com Sol e Mercúrio pode levar você a fazer escolhas precipitadas, ignorando a sensatez. Para escapar de circunstâncias que lhe coloquem em risco, use a racionalidade para conseguir escolher o que fazer e como fazer de forma planejada.

O cinema negro foi o grande premiado do encerramento do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, ocorrido na noite do último domingo (23). Dirigido e protagonizado por negros, o longa mineiro “Temporada” conquistou cinco Candangos, promovendo uma grande celebração da diversidade racial e de gênero.

O combativo diretor e ator negro Zózimo Bulbul, citado pelo cineasta, foi inspiração de uma das principais inovações da edição, batizando um prêmio inédito aos filmes que melhor retratam a questão negra, que agraciou o filme universitário “Impermeável Pavio Curto”, de Higor Gomes; o curta “Eu, Minha mãe e Wallace”, dos Irmãos Carvalho, e o longa “Ilha”, de Ary Rosa e Glenda Nicacio.

Com muitos gritos de “ele não” por parte dos agraciados, em rechaço à candidatura de Jair Bolsonaro à presidência, a cerimônia apresentada por Marina Person e André Gonzales contou com a distribuição de 43 prêmios, tendo 23 deles sido recebidos por pessoas negras.