A noite desta sexta-feira (11) marcou o início da programação de aniversário do Coritiba. No estádio Couto Pereira, a torcida coxa-branca marcou presença para prestigiar o filme de alguém que também fez parte dos 110 anos do clube alviverde: Alex. O filme Alex Câmera 10 foi produzido por Adriano Rattmann e Cauê Serur.

Um telão foi instalado no setor Pro Tork do estádio e mostrou momentos marcantes da carreira do ídolo, como o primeiro título com a camisa do Coritiba, o tetracampeonato estadual (algo que não acontecia há 40 anos), o gol de número 400, o jogo mil da carreira, além da linda homenagem em seu jogo de despedida.

A produção também acompanhou o craque nas homenagens recebidas no Palmeiras e no Cruzeiro, e na Turquia, onde Alex reencontrou fãs com grandes histórias de idolatria.

No elenco, grandes nomes do futebol brasileiro, como Zico, Pepe, Juninho Pernambucano, Neto, Gilberto Silva, Dirceu Krüger, Afonsinho, Sicupira, Juca Kfouri, Mauro Betting, PVC, Djalminha, Aristizábal, Dirceu Lopes, Evair, entre outros.

O evento foi embalado pelo som de uma banda paranaense convidada. À meia-noite, um show de fogos marcou o início do dia do aniversário do clube. E, assim, os coxas-brancas presentes puderam, juntos, comemorar mais um ano de história do Coritiba, 110 no total.

Vale destacar que os primeiros 500 sócios que adquiriram os ingressos para o filme garantiram uma entrada para o jogo contra o Criciúma que vai rolar neste sábado, às 16h30, no Couto Pereira. Os 500 primeiros torcedores que compraram, ganharam um copo persolizado do filme. 

“Eu gostei muito do filme, para mim, que tenho sonho de ser jogador, me inspirou mais ainda. E como torcedor do Coritiba eu fiquei feliz que vai mostrar o tamanho do clube para o Brasil”, afirmou João Eduardo Pirola Pinkner. 

“Gostei muito, o filme é muito bom, não só para o torcedor coxa-branca, mas para qualquer torcedor que vai gostar muito do filme. E com ele passando para o resto do Brasil, todos vão saber o tamanho que o Coritiba tem”, disse Isaias Carvalho Cunha, participante do evento.

A noite desta sexta-feira (11) marcou o início da programação de aniversário do Coritiba. No estádio Couto Pereira, a torcida coxa-branca marcou presença para prestigiar o filme de alguém que também fez parte dos 110 anos do clube alviverde: Alex. O filme Alex Câmera 10 foi produzido por Adriano Rattmann e Cauê Serur.

Um telão foi instalado no setor Pro Tork do estádio e mostrou momentos marcantes da carreira do ídolo, como o primeiro título com a camisa do Coritiba, o tetracampeonato estadual (algo que não acontecia há 40 anos), o gol de número 400, o jogo mil da carreira, além da linda homenagem em seu jogo de despedida.

A produção também acompanhou o craque nas homenagens recebidas no Palmeiras e no Cruzeiro, e na Turquia, onde Alex reencontrou fãs com grandes histórias de idolatria.

No elenco, grandes nomes do futebol brasileiro, como Zico, Pepe, Juninho Pernambucano, Neto, Gilberto Silva, Dirceu Krüger, Afonsinho, Sicupira, Juca Kfouri, Mauro Betting, PVC, Djalminha, Aristizábal, Dirceu Lopes, Evair, entre outros.

O evento foi embalado pelo som de uma banda paranaense convidada. À meia-noite, um show de fogos marcou o início do dia do aniversário do clube. E, assim, os coxas-brancas presentes puderam, juntos, comemorar mais um ano de história do Coritiba, 110 no total.

Vale destacar que os primeiros 500 sócios que adquiriram os ingressos para o filme garantiram uma entrada para o jogo contra o Criciúma que vai rolar neste sábado, às 16h30, no Couto Pereira. Os 500 primeiros torcedores que compraram, ganharam um copo persolizado do filme. 

“Eu gostei muito do filme, para mim, que tenho sonho de ser jogador, me inspirou mais ainda. E como torcedor do Coritiba eu fiquei feliz que vai mostrar o tamanho do clube para o Brasil”, afirmou João Eduardo Pirola Pinkner. 

“Gostei muito, o filme é muito bom, não só para o torcedor coxa-branca, mas para qualquer torcedor que vai gostar muito do filme. E com ele passando para o resto do Brasil, todos vão saber o tamanho que o Coritiba tem”, disse Isaias Carvalho Cunha, participante do evento.