O SAPO Mag estará presente no festival, que exibirá mais de 200 filmes e contará com a presença de vários nomes importantes do cinema europeu, como Valeria Golino, Emmanuelle Devos, Paz Vega, Abdellatif Kechiche e Roy Andersson, que receberão prémios honoríficos.

Serão seis títulos lusitanos que serão apresentados: “Raiva”, de Sérgio Tréfaut, “Extinção”, de Salomé Lamas”, “Diamantino”, de Gabriel Arantes e Daniel Schmidt, “Mariphasa”, de Sandro Aguilar, “Sobre tudo e sobre Nada”, de Dídio Pestana e “Rei Sol” – coprodução com a Espanha realizada por Albert Serra.

De resto, o belo festival do sul de Espanha surge profundamente conectado com a ideia de Europa e é o palco para o anúncio dos filmes que concorrerão, em categorias diversas (Melhor filme, documentário, animação, curtas-metragens, escolha do público e prémio jovem), aos European Film Awards, cuja cerimónia decorre em 15 de dezembro – também na capital andaluza.

Depois de uma edição de 2017 marcada pelo fantasma da crise catalã, que era possível vislumbrar num simples passeio pela cidade, onde as bandeiras da Espanha decoravam a paisagem urbana, a de 2018 surge politicamente menos convulsa a nível local mas com temas como os do Brexit a continuarem desafiando a ideia de um continente unido.