O mais recente filme de Sandra Bullock é Oito Mulheres e um Segredo, continuação da franquia Onze Homens e Um Segredo. A atriz veterana é acompanhada de um elenco de peso formado por Cate Blanchett, Anne Hathaway, Helena Bonham Carter, Rihanna, Sarah Paulson, Mindy Kaling e Awkwafina.

Começamos com o filme que elevou Sandra Bullock ao estrelato: Velocidade Máxima. Uma ação de tirar o chapéu! Quem nunca ficou nervoso ao ver Sandrinha no volante de ônibus, dirigindo sem poder parar, para impedir que o veículo explodisse? Foi o ínicio de um dos ‘ships’ mais amados das telonas: Bullock e Keanu Reeves. Pena que ele não voltou para a sequência, senão o filme certamente estaria nesta lista.

O início da carreira da atriz realmente foi inesquecível. Bullock foi uma bruxa, irmã de Nicole Kidman, neste clássico dos anos 90. Na trama, as duas que tem sérios problemas com o sexo masculino… Afinal, todos os seus namorados morrem! Magia, confusão, irmandade e muita sedução… Sandrinha mostrando que já era mestre da comédia dramática desde os primórdios.

Bullock pode até ser conhecida pela comédia, mas ela também manda muito bem no drama. Em 28 dias, a atriz interpretou uma escritora que leva a vida de forma rebelde, indo de festa em festa e passando por uma série de vexames e confusões. Até que é mandada para a reabilitação e tem que se adaptar às regras do local.

Pergunte para quem for, Sandra Bullock sempre será a eterna Miss Simpatia. Um dos seus filmes mais aclamados da atriz, repleto de ação, comédia, glamour, mistério e, é claro, uma das personagens mais simpáticas das telonas. Afinal, quem nunca quis ser Miss ou Agente do FBI (ou os dois) por um dia?!

Filme que rendeu o Oscar a Sandra Bullock — que disputou com as ótimas Gabourey Sidibe (Preciosa – Uma História de Esperança), Carey Mulligan (Educação), Helen Mirren (A Última Estação) e Meryl Streep (Julie & Julia) — Um Sonho Possível é inspirado em uma história real. Leigh Anne Tuohy, rica e branca, adotou o jovem Michael Oher (Quinton Aaron), negro que não tinha onde morar, e lhe ajudou a formar uma carreira no futebol americano.

Mais uma comédia romântica pra conta da carreira de Bullock! Contracenando com Ryan Reynolds, a atriz interpreta uma poderosa editora de livros que precisa casar para não ser deportada para o Canadá. Assim, finge ser noiva de seu assistente, que aceita com algumas condições. Divertido, improvável e romântico, foi o filme que fez Josh Brolin aceitar entrar para o elenco de Deadpool 2!

Vem aí uma curiosidade obscura da atriz. Poucas vezes Bullock mostrou o corpo nas telonas. Ao filmar uma cena de amor em Inferno Selvagem, ela usou fita adesiva nos seios para que não aparecesse nada que ela não quisesse mostrar. Sandra também fez a produção assinar um contrato dizendo quais partes do seu corpo não deveriam ser mostradas na tela.

Inferno Selvagem foi gravado em 1990, época em que Bullock ainda não era conhecida, e engavetado por um bom tempo. O longa só chegou às telonas três anos depois. Em muitos países, inclusive, o filme foi relançado em 1994 após a atriz ter estourado em Velocidade Máxima. Claro que os estúdios queriam proveito daquele corpinho… Que ela nem queria mostrar nas telas!

Comentários

Você não precisa sofrer pra fazer dieta.

entre para o Desafio 19 dias