Pela terceira vez, o Museu da Imagem e do Som (MIS) de Campo Grande realiza mostra de cinema japonês. As exibições serão nesta segunda (11), terça (12), quinta (14) e sexta (15), sempre às 19h, e com entrada gratuita.
O cinéfilo Celso Higa, da Capital, é o curador da mostra. Ele escolheu homenagear o cineasta Akira Kurosawa nesta edição. Duas produções baseadas em roteiros inacabados deixados pelo ícone foram selecionadas para compor a programação – “Depois da chuva” e “Sob o olhar do mar”.
 
“O filho de Akira confiou os escritos a profissionais que trabalharam durante anos com ele, e que poderiam  finalizar o trabalho que ele começou. O resultado é muito bom”, adianta o curador. Akira Kurosawa deixou sua marca no cinema com uma tocante humanidade, caracterizada pela paixão pela cultura japonesa, pela intensa plasticidade e pela direção perfeccionista de seus atores.
Assim como fez nas duas últimas edições, Higa preferiu mesclar os gêneros dos longas. “Cinema japonês não é só filme de samurai. Mas tem um filme desse estilo na programação, com um bom enredo, já que não poderia faltar. Tem drama também, vale a pena conferir”.
O cinéfilo afirma que a mostra é oportunidade para conhecer a arte e costumes japoneses. “E, ainda, para relembrar os tempos de Cine Santa Helena, uma casa de cinema que ficava no Centro de Campo Grande e atraía imigrantes japoneses para suas sessões”, complementa.

Segunda-feira (11)A Última Espada (2003 – 137 min)
Direção: Yojiro Takita; produção: Shochiku; Roteiro: Takehiro Nakajima.
Um épico premiado de Yojira Takita, “A Última Espada” passa-se na Era Meiji no Japão, período em que os poucos samurais remanescentes foram forçados a escolher lados e lutar ou pelo imperador ou pelo Shogun.

Terça-feira (12)Sabor da Vida (2015 – 113 min)
Direção: Naomi Kawase; Produção: Comme des Cinemas, Nagoya Broadcasting Network; Roteiro: Naomi Kawase.
Sinopse: Sentaro (Masatoshi Nagase) dirige uma pequena padaria que serve dorayakis – bolos recheados com pasta doce de feijão vermelho. Quando uma senhora de idade, Tokue (Kirin Kiki), se oferece para ajudar na cozinha, ele relutantemente aceita.

Quinta-feira (14)Depois da Chuva (1999 – 110 min)
Direção: Takashi Koizumi; Roteiro: Akira Kurosawa, Shugoro Yamamoto (contos).
Misawa é um samurai que não consegue encontrar emprego, mas que é um gênio da arte de lutar. Ele é obrigado a parar em uma pequena hospedaria por causa de uma enchente.

Sexta-feira (15)Sob o Olhar do Mar (2002– 119 min)
Direção: Kei Kumai; Produção: Nikkatsu Corporation; Roteiro: Akira Kurosawa, Shugoro Yamamoto (contos) e Kei Kumai. 
Kikuno e Oshin são prostitutas em um bordel do distrito da luz vermelha numa cidade à beira-mar. Um samurai desonrado, Fusanosuke, chega no bordel procurando refúgio.

Certos de que a partir do próximo ano poderão mudar de endereço, vereadores que pretendem concorrer a uma cadeira para chamar de sua na Assembleia Legislativa e na Câmara Federal estão afobadinhos que só. Um deles, segundo conversa que circula pelos corredores, até já demitiu funcionários do seu gabinete, para que os ditos atuem na campanha eleitoral. Será que ele já combinou com os eleitores?
Ester Figueiredo

Comentários

Você não precisa sofrer pra fazer dieta.

entre para o Desafio 19 dias