No dia 28 de dezembro de 1895, os irmãos Auguste e Louis Lumière causaram uma revolução. Eles apresentaram, no Salão Indien do Grand Café, em Paris, a primeira sessão pública de cinema. 125 anos depois, a obra dos franceses é celebrada na mostra Lumière Cineasta, que chega ao Centro Cultural do Banco do Brasil do Rio de Janeiro.

Com curadoria de Calac Nogueira, Lucas Baptista e Maria Chiaretti, a mostra traça um diálogo da produção dos pioneiros, com cineastas posteriores, como Buster Keaton, Jacques Tati, Jean Renoir, Dziga Vertov, Harun Farocki e Joaquim Pedro de Andrade. Clique no player e ouça a entrevista completa.

LUMIÈRE CINEASTA
Centro Cultural Banco do Brasil Rio de Janeiro
De 11 de março a 6 de abril de 2020
Rua Primeiro de Março 66, Centro
Ingresso: R$ 10 e R$ 5 (meia entrada)
 

Você será direcionado para o “Fale com a Ouvidoria” da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Comentários