Humberto e Fernando Campana abrem a mostra “Irmãos Campana – 35 Revoluções”, que pretende desfazer as fronteiras, cada vez menos claras entre arte e design — Foto: Divulgação

Logo depois da quebra das barragens em Mariana (MG), em 2015, os irmãos Humberto e Fernando Campana partiram para a cidade mineira preocupados com os efeitos de um dos maiores desastres ambientais da história. Da lama que restou, veio uma ideia: criar cobogós, tijolos vazados tradicionais na arquitetura nordestina, com uma mão aberta circundada por cada quadrado.

Comentários