Baixe agora: 20 receitas saudáveis para emagrecer e aumentar a sua imunidade!

A segunda edição do Festival de Cinema Filmaê acontece entre os dias 11 e 15 de março, em Brasília. Neste ano, duas produções de cearenses competem no evento. 

O curta de ficção “Quando vier a primavera, se eu já estiver morto”, do diretor Robson Lima, e o experimental “Ponto de Crise”, de Igor “Kastor” Girão Neri estão entre os finalistas. 

O Filmaê surgiu como uma forma de democratizar o acesso à produção audiovisual, já que um dos requisitos para a participação é que o filme tenha sido realizado por meio de um aparelho celular. 

Além da mostra competitiva de 117 filmes nacionais, há a exibição de títulos internacionais. A votação é feita por júri oficial e popular em determinadas categorias no site do evento. 

Mais de 300 produções foram inscritas para a premiação de gêneros variados, que vão do experimental à ficção. Fernando Campos (coordenador geral do Festival), Guilherme Pastana e Guilherme Carvalho (produtores executivos do evento) foram os responsáveis pela curadoria.  

Votação do sexto paredão da edição deste ano contabilizou mais de 416 milhões de votos, mais que o dobro do último recorde registrado em 2019, que foi de 202 milhões

O livro “Mulheres Atrás das Câmeras: as cineastas brasileiras de 1930 a 2018” será lançado nesta quinta-feira (5) na livraria Lamarca, em roda de conversa com pesquisadoras e realizadoras cearenses

Quatro dias conectado com as belezas da Praia de Pipa, no litoral do Rio Grande do Norte, foram suficientes para o jornalista Ranniery Melo se apaixonar definitivamente pelo lugar, pessoas e pelos passeios de aventura

Todos os direitos reservados. Conteúdo protegido pelas leis de propriedade intelectual e de direitos autorais. O conteúdo não pode ser republicado, reescrito ou redistribuído, sob pena de responsabilização do infrator no âmbito cível e criminal.

Comentários