Entre os dias 18 e 31 de março, 14 escolas públicas de cidades do interior de São Paulo recebem pequenas estruturas de cinema e bibliotecas do projeto “Cinemateca – Escola e Vida”, que está em sua terceira edição e proporciona às crianças atendidas acesso a obras audiovisuais e literárias.O projeto é realizado pelo Ministério da Cidadania, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, com patrocínio da empresa MRS Logística e produção da Incentivar. Nesta fase, a iniciativa passa por Rio Grande da Serra, Suzano, Itaquaquecetuba, Caçapava, Taubaté, Pindamonhangaba, Roseira, Aparecida, Lorena, Cruzeiro e Lavrinhas.”Como nas edições anteriores, a iniciativa abrange um número significativo de crianças, entregando para cada escola uma estrutura com um acervo de 40 mídias em DVD e uma biblioteca com 150 livros de diferentes editorias infantis, incluindo três obras em braile”, explica o supervisor de eventos da Incentivar, Ewerton Silvino.Os últimos dados da Agência Nacional do Cinema mostram que houve uma diminuição de 10% no público total em salas de cinema entre os anos de 2017 e 2018. O projeto é um importante instrumento para ampliar o acesso às artes no desenvolvimento de crianças e adolescentes e para as comunidades, como afirma a especialista em Relações Institucionais da MRS Logística, Verônica Mageste. “Notamos que muitos municípios de nossa abrangência de atuação não dispõem de cinemas e bibliotecas. Nesse sentido, as cinematecas servem tanto às atividades pedagógicas quanto ao lazer e integração nas comunidades, em ações envolvendo pais, alunos e professores”, conclui.Desde seu lançamento, o projeto já atendeu 80 mil crianças e jovens em diferentes estados, Confira mais informações sobre o Cinemateca Escola e Vida pelo site: https://www.projetocinemateca.com/

Comentários