Começa na próxima terça-feira (19), a Semana do Cinema Brasileiro e três filmes nacionais serão exibidos no MIS (Museu da Imagem e do Som), com entrada gratuita, sempre às 19h. O evento é realizado em parceria com o Cine Café e, neste ano, homenageia os cineastas Nelson Pereira dos Santos e Camilo Cavalcante.

Segundo o jornalista João Costa, um dos integrantes do Cine Café,  que também ministra oficinas teóricas sobre cinema no curso de extensão Movimento Cinematográfico da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), os dois cineastas possuem um trabalho muito significativo e que compõem a história do cinema brasileiro.

“O ‘Assalto ao trem pagador’ é um clássico do cinema brasileiro. O objetivo da Mostra é proporcionar o encontro do público com o cinema brasileiro, com os clássicos. É uma aula de estética, sobre formas de produzir os filmes. Na década de 1960 você tem uma produção cinematográfica totalmente diferente de hoje, com realidades sociais diferentes. É uma oportunidade de entrar em contato com a parte técnica do cinema e da cultura brasileira dessa época”, diz João.

Horário: 19h
Filme: “Assalto ao Trem Pagador” (1962)
Direção de Roberto Farias
Origem: Brasil
Sinopse: No interior do Estado do Rio de Janeiro, um grupo de seis homens assalta o trem pagador na estrada de ferro Central do Brasil. Eles decidem só gastar, no máximo, dez por cento do produto roubado, para não despertar suspeitas da polícia. Só que Grilo Peru (Reginaldo Faria) resolve se entregar ao luxo da zona sul carioca, sendo assassinado por Tião Medonho (Eliezer Gomes), o líder da quadrilha. Ao mesmo tempo, a polícia fecha o cerco sobre os outros assaltantes, quase todos os favelados.

Horário: 19h
Filme: “Desmundo” (2002)
Direção de Alain Fresnot
Origem: Brasil
Sinopse: Brasil, por volta de 1570. Chegam ao país algumas órfãs, enviadas pela rainha de Portugal, com o objetivo de desposarem os primeiros colonizadores. Uma delas, Oribela (Simone Spoladore), é uma jovem sensível e religiosa que, após ofender de forma bem grosseira Afonso Soares D’Aragão (Cacá Rosset) se vê obrigada em casar com Francisco de Albuquerque (Osmar Prado), que a leva para seu engenho de açúcar.

Horário: 19h
Filme: “A História da Eternidade” (2004)
Direção de Camilo Cavalcante
Origem: Brasil
Classificação: 16 anos
Sinopse: Alfonsina (Débora Ingrid) tem 15 anos e sonha conhecer o mar. Querência (Marcélia Cartaxo) está na faixa dos 40. Das Dores (Zezita Matos) já no fim da vida, recebe o neto após um passado turbulento. No sertão, compartilham sobrenome e muitos sentimentos, amam e desejam ardentemente.

Desde os anos 1970 comemora-se no dia 19 de junho o Dia do Cinema Brasileiro, em alusão à chegada do cinegrafista italiano Affonso Segretto ao Brasil e às imagens que fez a bordo do navio Brésil. Prestes a desembarcar no Rio de Janeiro vindo da Europa, o cinegrafista filmou sua chegada ao País. Era 19 de junho de 1898. Talvez ele não soubesse, mas fez um registro pioneiro de imagens em movimento em território brasileiro. Batizado de “Uma vista da Baia de Guanabara”, a filmagem não sobreviveu ao tempo.

Comentários

Você não precisa sofrer pra fazer dieta.

entre para o Desafio 19 dias