Viva a informação junto ao Hoje em Dia! Se presenciou algum fato ou deseja compartilhar com o jornal alguma denúncia ou sugestão, envie instantaneamente para a redação do Hoje em Dia através do WhatsApp.

As notícias mais importantes acontecem em qualquer lugar, sua leitura também. Assine o Jornal Hoje em Dia, impresso ou digital, e receba diariamente conteúdo jornalístico de qualidade.

O Campeonato Brasileiro chegou à nona rodada e, agora, dá uma pausa para a Copa América. Com 24% do torneio concluído, já é possível, por exemplo, apresentar algumas equipes que vão brigar pelo título e aqueles times que devem lutar para não cair. 

Outras curiosidades são observadas, como baixo número de gols marcados, a ineficiência dos visitantes contra os mandantes e um predomínio palmeirense na competição. 

Cruzeiro decepciona:  O time celeste, considerado a maior decepção do Campeonato Brasileiro, tem números negativos. Com 16 gols sofridos, o time tem, ao lado do Fluminense, a pior defesa da competição. 

Palmeiras predominante:  Além de liderar a competição e demonstrar ser o principal postulante ao título, o Palmeiras lidera vários rankings. É o único invicto, dono do melhor ataque (17 gols), defesa menos vazada (dois gols), tem o jogador com mais assistências (Dudu com cinco passes para gol) e o atleta que não é atacante com mais gols (Bruno Henrique, com quatro)Mandantes ainda mais mandantes: Se o campeonato terminasse hoje, os mandantes teriam a melhor média de resultados positivos na ”era dos pontos corridos”, formato adotado em 2003. Dos 88 jogos, os donos da casa venceram 51 partidas e foram derrotados apenas 18 vezes. Aconteceram ainda 19 empates. Rebaixamento azul: Os azuis Avaí, CSA e Cruzeiro são os três últimos colocados do Campeonato Brasileiro. A Chapecoense completa a zona de rebaixamento. Vitória magra: 1 a 0 é goleada. A vitória com o placar mínimo foi vista 16 vezes no Brasileirão até aqui. É o resultado mais frequente na competição. Onde estão os gols? Se o Campeonato Brasileiro terminasse hoje, teria a segunda pior média de gols da “era dos pontos corridos”. Foram 204 tentos em 88 jogos – 2,32 gols por partida. Apenas em 2017 a média foi menor – 2,18 gols. Artilheiros econômicos: Nenhum jogador deslanchou na artilharia do Campeonato Brasileiro nestas nove primeiras rodadas. Everaldo (Chapecoense), Gabigol (Flamengo) e Eduardo Sasha (Santos) lideram o ranking com cinco gols cada um Onde está a vitória? O lanterna Avaí é o único time que não venceu no Brasileirão. Sofrimento do CSA: A equipe alagoana é a segunda pior do campeonato, mas a situação poderia ser pior se não fosse o goleiro Jordi. Com 43 defesas, ele lidera, de maneira disparada, este ranking no Brasileirão. O segundo colocado é Diogo Silva, goleiro do Ceará, com 30 defesas. Com apenas três gols marcados, o CSA tem o pior ataque da competição. 

As notícias mais importantes acontecem em qualquer lugar, sua leitura também. Assine o Jornal Hoje em Dia, impresso ou digital, e receba diariamente conteúdo jornalístico de qualidade.