Os coalas estão entre os bichinhos, mas fofos do planeta. Mas nem todas as pessoas conseguem ver eles presencialmente. Afinal de contas, somente em zoológicos e locais parecidos para que estes animais possam ser vistos, e ainda por cima muito longe do seu habitat natural.

Um erro bastante comum que as pessoas costumam cometer quando o assunto são os coalas está diretamente relacionado a sua família. Eles costumam ser chamados de ursos coalas, mas eles não estão nem perto dos ursos quando o assunto é parentesco genético e biológico. Na verdade, eles são marsupiais.

Os coalas bebem água, mas em menor quantidade do que a grande maioria dos animais do mesmo porte. Inclusive acredita-se que o nome “coala” vem de uma palavra aborígene que significa “não beber”. De acordo com os pesquisadores, eles não precisam tomar muita água, pois grande parte da sua hidratação acaba advindo das folhas consumidas.

Quem olha para estes simpáticos e pequenos marsupiais pode ter uma certa dificuldade de imaginar a quantidade de comida que eles engolem por dia. Cada coala deste come, em média, um quilo de folhas de eucalipto por dia. Eles até mesmo exalam cheiro de eucalipto, devido a grande quantidade de folhas que eles comem.

A mamãe-coala carrega seu bebê por cerca de seis meses depois que ele nasce. Após esse período, o filhote se instala nas costas ou na barriga da mãe e ali permanece até completar seu primeiro ano.

Além disso, os coalas não gostam apenas de dormir e de ficar bem pertinho da sua mamãe. Eles também gostam de dormir muito. De acordo com os especialistas na vida destes animais os coalas chegam a dormir 18 horas por dia. Para garantir que eles não sejam perturbados, costumam se esconder no meio das árvores.

Mesmo parecendo ser um bichinho muito fofo, os coalas possuem uma pelagem grossa, importante para que eles consigam se proteger tanto do calor quando do frio. Além disso, essa pelagem também consegue repelir a água.