Ocupando o 7º lugar no ranking de inteligência canina feito por Stanley Coren, os cães da raça labrador retriever são muito espertos, companheiros, carinhosos e uma ótima opção para famílias. Além disso, é uma das raças mais populares do mundo.

Os cães da raça labrador retriever surgiram na cidade de Terra Nova, no Canadá. A raça logo se popularizou no país, entretanto, começou a desaparecer aos poucos devido aos altos impostos cobrados pelo governo para a criação de cachorros. Por sorte, um lorde inglês apaixonado pela raça, Conde Malmsbury, importou vários labradores para o Reino Unido no século 19, e com isso, a raça foi salva e ficou popular em todo o mundo.

Os labradores são conhecidos também por terem uma “cauda de lontra”, pois a mesma auxilia esses cãezinhos a se impulsionarem na água, fazendo com que eles sejam excelentes nadadores. Além disso, a raça tem uma subpelagem resistente à água.

Bastante dóceis e sociáveis, são excelentes companhias para crianças e idosos. Eles adoram brincar com as crianças e costumam protegê-las. Já com os idosos, são respeitosos e leais. O temperamento do labrador também é amigável e extrovertido, por isso, ele logo vai fazer amizade com outros animais e as visitas.

Esses animais não latem com frequência, apenas quando necessário, ou seja, quando precisam se comunicar ou alertar o tutor de algum perigo. Como possuem uma personalidade muito dócil, raramente vão latir para estranhos, o que o não torna um bom cão de guarda.

Não se deixe enganar pelo temperamento dócil, esses cães são muito ativos e cheios de energia. Logo, o tutor deve estar ciente que deve manter uma rotina de passeios e atividades físicas com esse cãozinho. Além disso, são animais que precisam ser criados em ambiente espaçosos para brincar bastante. Se viverem em espaços pequenos, como apartamentos, podem desenvolver quadros de ansiedade e problemas de saúde.

Os labradores são conhecidos por terem um faro excelente. Por isso, é muito comum esse cãozinho ser utilizado por equipes policiais e bombeiros. Eles conseguem encontrar vítimas enterradas sob até seis metros de profundidade por meio de odores.

Ao decidir ter um labrador retriever, o tutor deve estar ciente que esse cãozinho precisa seguir uma dieta especial para que ele fique saudável e forte. Esse cãozinho tem uma tendência grande a engordar e gostar muito de comer, logo o dono deve estar atento. Existem rações feitas especialmente para a raça.

O labrador pode ser preto, amarelo e chocolate. Além disso, a pelagem amarela pode variar entre o creme o vermelho. Já os cães marrons, podem apresentar uma coloração mais escura ou clara.

O labrador retriever não conquistou apenas os lordes ingleses. Em 1997, um filhote de labrador da cor chocolate conquistou o coração do ex-presidente dos Estados Unidos, Bill Clinton. O pequeno cachorrinho Buddy foi o primeiro da raça a morar na Casa Branca.

O filme Marley e Eu foi estrelado por um labrador retriever e se tornou um grande sucesso. Além disso, o longa fez com que os cãezinhos dessa raça ficassem ainda mais populares. A produção conta a história de uma família que adota um labrador indisciplinado, mas muito amável e divertido.

Graduanda em jornalismo pelo Centro Universitário Iesb, já atuou como repórter na Anasps, onde cobriu política e economia. Trabalhou como social media no Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil e na agência Vibe Marketing. Atualmente está como estagiária na editoria Intervalo e na coluna É o Bicho.

Comentários

Você não precisa sofrer pra fazer dieta.

entre para o Desafio 19 dias