Quase 80 anos depois da primeira aparição nos quadrinhos, o Coringa coleciona diversas adaptações – e ótimas histórias de bastidores. Confira algumas delas, com os atores que já o interpretaram:

O cantor Frank Sinatra queria o papel do vilão na série. Em 1960, ele e Romero atuaram juntos na primeira versão de Onze Homens e Um Segredo (pois é: o filme de 2001, estrelado por George Clooney e Brad Pitt, é na verdade um remake).

Inicialmente, ele estava relutante em aceitar o papel. Para convencê-lo, o diretor Tim Burton e o produtor Peter Guber viajaram a pedido do ator até sua fazenda em Aspen, nos EUA.

Jack havia os convidado para um passeio à cavalo, no qual poderiam conversar sobre o filme. O problema era que Burton nunca havia cavalgado antes, e não fazia ideia de como fazer isso. Guber tratou de dizer a ele: “Hoje você vai precisar saber montar!”. No fim, deu certo, e Nicholson aceitou o papel.

Para criar as cicatrizes do personagem, a produção se inspirou em algo real: o Glasgow smile (também chamado de Chelsea smile, golpe que fere os cantos da boca de alguém com um corte.

O Glasgow smile se popularizou com as gangues britânicas a partir da década de 1920, e pode ser feito tanto com uma faca quanto outro objeto cortante, como uma garrafa quebrada. O ator Tommy Flanagan, da série Sons of Anarchy, adquiriu uma cicatriz do tipo ao ser atacado do lado de fora de um bar na Escócia.

A versão de Leto para o palhaço de Gotham não foi a das mais elogiadas. Mas vamos dar um desconto para ele: a participação do seu personagem em Esquadrão Suicida durou menos que 15 minutos. O próprio ator ficou surpreso com a versão final do filme quando ele estreou.

Leia também  Pernambucanos constroem prottipo digital da concertina, o fole mais antigo do mundo

Após as críticas negativas, o diretor David Ayer revelou que se arrependeu das decisões que tomou para o Coringa. Ele disse que, se pudesse voltar atrás, colocaria o palhaço como o vilão principal do filme. Leto, porém, não foi confirmado para a sequência do longa

Phoenix fugiu das HQs para criar uma nova versão do vilão – que dança, inclusive. Os passos saíram de The Old Soft Shoe, uma apresentação de 1957 do ator Ray Bogler (que viveu o Espantalho de O Mágico de Oz):

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

close

🤞 Não perca nada!

Assine nossa newsletter e receba novidades e ofertas exclusivas!

Comentários

Você não precisa sofrer pra fazer dieta.

Conheça o Desafio 19 dias!