Você já deve ter visto Chris Rock nos filmes da série “Gente Grande”, ouvido a voz dele em “Bee Movie” e como a zebra de “Madagascar”, mas o maior sucesso dele no Brasil não passou no cinema. E ele quase nem aparece, aliás. Rock, que hoje completa 55 anos, foi criador, roteirista e estrelou um episódio da série “Todo Mundo Odeia o Chris”, sucesso na TV brasileira.

Embora o ator principal do programa seja Tyler James Williams, a série, que é sucesso absoluto por aqui desde 2006, quando começou a ser exibida, conta a infância e adolescência de Rock.

Para se ter noção da relevância da série, no ano passado, a Rede Globo anunciou que comprou os direitos de reprodução no streaming. Na TV aberta, a RecordTV, sua maior concorrente, continua com os direitos de exibição.

Chris Rock viveu sua infância e início da adolescência na década de 1970, já que nasceu em 1965. Contudo, ao escrever a série “Todo Mundo Odeia o Chris”, Rock pensou que essa década já havia sido explorada por outros programas como That ’70s Show (1998) e decidiu ambientá-la entre os anos 1982 e 1987.

Até hoje, o ator Tyler James Williams recebe comentários de brasileiros com citações da série em cada post que faz nas redes sociais. O assédio foi tanto que Tyler ameaçou bloquear os brasileiros no Instagram.

“Brasil, eu te amo, eu realmente amo, mas se você não parar de mandar muitas mensagens nos comentários, vou começar a bloquear você”, escreveu em 2016. Alguns anos depois, ele decidiu inverter o jogo e participou de um comercial da rede McDonald’s zoando os fãs brasileiros.

O que pouca gente sabe é que Tyler quase escapou de todo esse assédio. Chris Rock não queria que ele interpretasse o personagem principal porque achava que ele era “bonito demais” para viver uma criança que era odiada por todos.

Leia também  saiba quais os fetiches que mais interessam os brasileiros em tempos de pandemia – Notas – Glamurama

Outro ator que também queria o papel de Chris foi Tequan Richmond, mas ele também parecia descolado demais para ser o protagonista. Foi assim que ele ganhou o papel de Drew.

Outra curiosidade é que Tyler é apenas 21 dias mais velho que Tequan, já que ambos nasceram em outubro de 1992. Ainda assim, na série, eles têm dois anos de diferença.

No argumento inicial da série, a personagem Miss Morello iria aparecer em uma cena e teria uma única fala: “Olá, Chris”. No entanto, durante a audição a atriz Jacqueline Mazarella, que vive a personagem, foi encorajada a improvisar e ela começou a flertar com Chris.

Ela não sabia é que os produtores Ali LeRoi e Chris Rock já tinham outra canção em mente. Assim, a série possui uma música que abre com os créditos, mas a mais famosa aparece nos intervalos comerciais e no fim dos episódios.

Ao escrever a série, Chris Rock caprichou nas referências. Os nomes das escolas onde Chris estuda, Corleone Junior High e Tattaglia High, são homenagens às famílias mafiosas de O Poderoso Chefão.

A máfia também é lembrada no último episódio da série que é uma paródia do último episódio de The Sopranos, considerada por muitos, a melhor série de todos os tempos.

close

🤞 Não perca nada!

Assine nossa newsletter e receba novidades e ofertas exclusivas!

Comentários

Você não precisa sofrer pra fazer dieta.

Conheça o Desafio 19 dias!