Comprar ou alugar? Estudo analisa o que é financeiramente mais vantajoso

O sonho da casa própria já não é mais sinônimo de riqueza. Enquanto alguns batalham para conseguir comprar o próprio lar, outros não se importam em pagar aluguel. Porém você já parou para analisar o que é mais vantajoso financeiramente?

Você pode até ter o dinheiro suficiente para adquirir um imóvel, mas precisa se lembrar que propriedades também podem gerar custos extras, como reparos ao longo do tempo, impostos e mais uma série de gastos que muitos se esquecem. Por outro lado, alugar permite com que as pessoas possam fazer outras formas de investimento.

De acordo com um estudo conduzido pelas universidades Florida Atlantic, Florida International e  Wyoming, é melhor reservar o seu dinheiro para outros tipos de aplicações, uma vez que o mercado habitacional flutua muito e a conversão em papel é mais lenta e nem sempre vantajosa. Além disso, o estudo afirma que o preço das casas segue, de certa forma, o valor das ações.

Porém, deve-se ter em mente que a quantia “economizada” deve ser reinvestida. “Em média, alugar e reinvestir ganha em termos de criação de riqueza, independentemente da valorização da propriedade, porque essa valorização está altamente correlacionada aos ganhos nas classes tradicionais de ativos financeiros de ações e títulos”, afirmou o co-autor do estudo Ken Johndon, do FAU’s College of Business.

Ainda assim, isso não significa que as pessoas que alugam têm maior poder financeirao. “É claro que muitos inquilinos não reinvestem esses recursos e os usarão para bens de consumo, que é a opção menos desejável em termos de criação de riqueza,” considera.

Antes de comprar ações ou aplicar em títulos, é necessário de educação financeira e entendimento do mercado atual. Ter imóveis é uma forma considerada segura de manter o patrimônio, mas nada impede com que qualquer um possa encontrar e aprender outras formas de investimento.

Os termos e condições abaixo se referem à utilização dos textos e imagens disponibilizados pelo visitante/ usuário ao site da revista Meus 5 Minutos,que se declara apto a participar de interatividades, visando contribuir com o envio de material, tais como fotos, conteúdo, informações,textos, frases, entre outros, e que por iniciativa própria aceita e se responsabiliza pela autoria e originalidade do material enviado ao site da revista Meus 5 Minutos, bem como pela obtenção de autorização de terceiros que eventualmente seja necessária para os fins desejados, respondendo dessa forma por qualquer reivindicação que venha a ser apresentada à revista Meus 5 Minutos, judicial ou extrajudicialmente, em relação aos direitos intelectuais e/ou direitos de imagem, ou ainda por danos morais e/ou materiais, causados a revista Meus 5 Minutos, Editora Globo ou a terceiros por força da presente autorização. Assim, por ocasião do acesso ao site e do envio de informações e imagens, o visitante/ usuário autoriza e está ciente que o site da revista Meus 5 Minutos, bem como a Revista Meus 5 Minutos, poderão utilizar, em caráter irrevogável, irretratável, definitivo, gratuito, seu nome, sua imagem, bem como dos textos enviados, no site e na revista impressa, em fotos, cartazes, filmes e/ou spots, jingles e/ou vinhetas, em qualquer tipo de mídia, peças promocionais e campanhas on-line, para a divulgação do site e do Portal, no Brasil e no exterior, bem como para outros fins que desejar, sem limitação de vezes ou número de vezes, bem como o de autorizar sua utilização por terceiros, no todo ou em parte. Entre os direitos da revista Meus 5 Minutos incluem-se, também, os de adaptação, condensação, resumo, redução, compilação e ampliação dos textos e imagens objeto deste termo. Todas as informações de usuários coletadas pela equipe da revista Meus 5 Minutos são confidenciais, sendo intransferíveis, e somente poderão ser fornecidas a terceiros mediante orientação legal ou a terceiros, devidamente autorizados pela Revista Meus 5 Minutos e Editora Globo. Os termos da autorização do uso e de publicação de textos e imagens entre as partes serão regidos e interpretados de acordo com as Leis da República Federativa do Brasil. O visitante/ usuário concorda expressamente em submeter-se à competência única e exclusiva dos tribunais brasileiros e, em especial, ao Foro da Comarca de São Paulo, Estado de São Paulo, para dirimir quaisquer questões oriundas deste instrumento.