Uma das raças mais populares e amadas, o Labrador Retriever, é um cão que vai conquistar quem procura um pet brincalhão e um verdadeiro companheiro. Conheça tudo sobre o filhote de labrador!

Mesmo sendo uma raça trabalhadora, esse cão ganhou sua fama sendo um ótimo cão familiar, construindo uma grande relação com o humano. 

Quando filhote, o Labrador que já é conhecido por seu alto nível de energia, consegue ser ainda mais agitado. Além de toda essa animação, um filhote de labrador é uma ótima escolha para quem busca um cachorro brincalhão, carinhoso e leal.  

Para conhecer mais sobre o Labrador é só acompanhar estas 15 curiosidades sobre essa raça tão popular e querida. 

1. O filhote de labrador é um cão muito inteligente 

Cão dando a patinha – Foto: Freepik

No livro escrito por Stanley Coren sobre a inteligência canina, o Labrador é considerado a 7° raça mais inteligente do mundo. E não é à toa que o cão conquistou essa posição, pois inteligência é uma das principais características dessa raça.

Com seu alto nível de inteligência, o Labrador é treinado com facilidade, além de responder bem aos comandos com rapidez.  

2. Sua origem é canadense 

O Labrador teve sua origem na ilha de Terra Nova, no Canadá, onde era usado em caças e ajudando pescadores removendo os peixes e puxando embarcações.

A raça é descendente do cão d’água de St. John, uma mistura do Terra Nova com um cão d’água.

Ele era bastante usado na função de trabalhador, mas por conta dos altos impostos cobrados para possuir uma fêmea, a raça foi praticamente extinta em boa parte do território canadense.  

A raça foi salva por conta do Conde Malmesbury, que, durante o século XIX, levou um grupo de cães da raça para Inglaterra, onde foram cruzados com cães Retrievers, dando à aparência atual do cão.

O Labrador Retriever ganhou bastante popularidade pela Inglaterra, sendo reconhecido English Kennel Club em 1903 e em 1917 pelo American Kennel Club.  

3. O filhote de labrador é super ativos 

Labrador no chão – Foto: Freepik

Um Labrador é uma raça bastante extrovertida. Tem muita energia e precisa de uma boa prática de exercícios diários. A fama de agitado do Labrador já é bem conhecida, sendo que em sua fase filhote esse cachorro é ainda mais ativo.

Um filhote de Labrador tem energia de sobra e vai fazer com que o seu tutor tenha que encontrar várias atividades para que o cãozinho gaste essa grande quantidade de energia.

O filhote da raça gosta de sair mordendo tudo que encontra ao seu redor, então para evitar problemas e o cachorro acabe mordendo algo que não deva, um mordedor deve ser um dos primeiros brinquedos de um Labrador. 

4. O filhote de labrador é um ótimo nadador 

Cachorro fazendo pose para a foto – Foto: Freepik

Leia também  O menor réptil do mundo cabe na ponta dos dedos

O Labrador é o típico cão que não perde a oportunidade de brincar com água, uma verdadeira diversão para cães dessa raça. Além de adorar brincadeiras na água, o Labrador também é um ótimo nadador, uma característica herdada por seus antecedentes, que eram usados como ajudantes de pescadores.  

Algumas características físicas são responsáveis por essa habilidade na água. O Labrador possui um rabo parecido com o de uma lontra, o que ajuda na natação.

A pelagem apresenta uma oleosidade que mantém o animal aquecido, além de ajudar na flutuação.Como a raça adora atividades na água, uma boa opção é incluir essas atividades na rotina de exercício do cachorro.  

5. A raça apresenta três variações de cores 

Cachorro com princípio de remela nos olhos – Foto: Freepik

As cores aceitas em um cão Labrador são o preto sem variação de cor, o amarelo, que pode ser do creme ao vermelho raposa e o marrom, que pode variar entre uma cor mais clara ou mais escura. Também é permitida a presença de pequena mancha branca no peito.  

Antes, os criadores só aceitavam os cães na cor preta, os demais cães que nascessem na cor amarela ou marrom eram sacrificados. Somente em 1900 foi que as outras colorações foram aceitas. 

6. Possui um subpelo impermeável 

O Labrador tem uma pelagem curta, densa, sem ondulação e franja, mas a principal característica de sua pelagem é o subpelo impermeável que a raça possui. Essa impermeabilidade é uma proteção em sua função nas águas.

A pelagem também possui uma oleosidade que ajuda a manter o cão aquecido, além de ajudar na flutuação e na secagem do pelo do animal. 

7. O filhote de labrador é famoso nos cinemas 

Homem com seu cão na grama – Foto: Freepik

O Labrador ganhou sucesso com o lançamento do filme “Marley e Eu “, que emocionou o público ao contar a história de um casal e seu Labrador. O filme estrelado por Jennifer Aniston e Owen Wilson, mostra o cotidiano de um casal que tem tudo mudado com a chegada de um filhote de Labrador.

O filme mostra a relação do cão com a família, passando por várias etapas da vida do cão. 

Outro filme emocionante com atuação de um labrador é o longa “Amigos Para Sempre”. Uma história de um garoto e seu Labrador, que depois de uma tempestade, ficam perdidos e descobrem uma linda amizade enquanto tentam buscar socorro.  

8. Expectativa de um Labrador é de 10 a 14 anos 

Cachorro mordendo o galho – Foto: Pixabay

Leia também  Virgin River | Confira Curiosidades da Série

O Labrador é uma raça que possui uma boa saúde, podendo chegar aos 14 anos de vida. Com os devidos cuidados, o pet pode ter uma vida boa e longa. Por isso, sempre que possível, o cachorro deve passar por exames de check-up, onde a saúde do animal vai ser acompanhada por um profissional.

Mesmo sendo um cão saudável, algumas doenças são comuns na raça como catarata, atrofia progressiva de retina, miopatia da cauda, distrofia muscular e displasia.  

O tratamento precoce pode ser fundamental para a recuperação do cachorro. Consultas periódicas com um veterinário faz com que seja mais provável um diagnóstico precoce. 

9. O filhote de labrador é uma raça silenciosa 

Cachorro deitado com língua pra fora – Foto: Freepik

O Labrador não é um tipo de cão que vai sair latindo por qualquer coisa. Ele é silencioso e não costuma latir para estranhos. O cão só usa o latido para se comunicar com seu tutor ou para alertar quando algo não vai bem.  

10. Um cão com várias funções 

Ainda em sua origem, o cão da raça Labrador era usado como cão de caça e no auxílio de pescadores. Com o tempo a raça foi conquistando ainda mais funções, principalmente por sua inteligência que facilita no treinamento da raça.

A raça quando bem treinada, pode ser usada como cão-guia de pessoas com deficiências visuais. Por possuir um excelente faro, o Labrador é usado como farejador e em equipes de buscas. Por ser um exímio nadador, o Labrador é usado no resgate de vítimas de enchentes e afogamentos.  

11. É um cão de grande porte 

O Labrador é um cão de grande porte, com um ótimo físico, com um corpo musculoso com grande aptidão física. Com o seu grande porte, o Labrador macho mede entre 57 a 62 cm e com o peso de 29 a 36kg. A fêmea mede 55 a 60cm e o peso fica entre 25 a 32kg.  

12. O filhote de labrador é um grande amigo da criançada 

Cachorro sentado no sofá – Foto: Freepik

Leia também  Apaixonado, ricaço de 57 anos vai casar com jovem de 22 e diz que nada vai abalar o amor deles

Para quem procura um cachorro com um ótimo relacionamento com crianças, o Labrador é uma das melhores opções. Ele possui uma personalidade brincalhona e vai fazer a festa com a garotada.

Por sua gentileza, o Labrador pode conviver bem com idosos, sendo uma grande companhia. Com outros animais, o cão também consegue uma boa convivência.  

O Labrador constrói um grande relacionamento com todos os membros de sua família, sendo bastante leal e companheiro. Por ser tão próximo com seus tutores, a raça não deve passar um longo período sem companhia. 

13. Não é recomendado como cão de guarda 

Mesmo sendo um cão com um grande porte, o Labrador não é indicado para o trabalho de guarda. Por ser um cão simpático e amigável, o cão dessa raça não vai conseguir cumprir bem essa função, já que é um cachorro que aceita facilmente amizade com desconhecidos, o que não é ideal para um cão de guarda. 

14. O filhote de labrador é um cão comilão 

Cachorro comendo ração – Foto: Freepik

O Labrador é uma raça que gosta de comer, e sem uma dieta balanceada e em uma quantidade adequada, o cão pode acabar ganhando quilinhos a mais. A alimentação deve ser de acordo com a necessidade de cada cão.

Um cachorro filhote ou idoso tem uma necessidade nutricional diferente de um cão adulto. A melhor forma de garantir uma boa alimentação para o cachorro é com a ajuda de um veterinário, que vai indicar a melhor dieta seguindo os critérios como idade, nível de atividade ou se possui alguma doença.

É importante sempre procurar uma ração com uma marca confiável e de qualidade, que possua os nutrientes essenciais para a saúde do cachorro.  

15. O filhote de labrador precisa ser exercitado  

Essa é uma raça bastante ativa, mesmo em sua vida adulta, o Labrador precisa de um alto nível de atividades diárias. Se o cão não é estimulado, ele vai acabar usando toda essa energia criando sua própria forma de se entreter, o que pode acabar em uma grande confusão e bagunça.

Então é importante procurar uma rotina de exercícios para evitar sua fama de destruidor. A mente do Labrador também deve ser estimulada, como é um cão muito inteligente, sem um estímulo correto, ele pode ficar entediado com facilidade. 

Comentários