Flamengo e INTZ se enfrentam neste sábado, às 13h, pela final do 2º Split do Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL). Enquanto o Rubro-negro busca deixar a sina de vice após as três últimas derrotas em finais, os Intrépidos perseguem o quinto título de Split. A decisão, que repete a final do 1ª Split vencida pelos alvinegros, será disputada presencialmente na Arena da Barra, no Rio de Janeiro. Além da Taça do Invocador, a equipe que conquistar o título será a representante do Brasil no Mundial de LoL.

Flamengo e INTZ tiveram vidas bem diferentes durante a primeira fase do 2º Split do CBLoL 2019. Comandado pelo craque Felipe “brTT”, o Rubro-negro voou nas 21 rodadas em disputas no formato melhor de um (MD1). Assim como a KaBuM, foram 16 vitórias e apenas cinco derrotas. Mais abaixo na tabela, os Intrépidos se classificaram aos trancos e barrancos após vencer a PaiN em um duelo direto.

Nas semifinais, o Flamengo conseguiu uma vitória po 3 x 0, mas os analistas enxergaram defeitos no jogo Rubro-Negro. A vitória contra a Uppercut, que havia derrotado o time da Gávea na final do Circuito Desafiante ainda como IDM, espantou o primeiro fantasma. Um dia depois, a INTZ bateu a KaBuM e marcou a repetição da final do 1º Split do CBLoL.

Tradicional no futebol, o Flamengo teve um início meteórico nos eSports. Em quase um ano e meio de existência no cenário competitivo de League of Legends, o Rubro-negro subiu do Circuito Desafiante, a 2ª divisão do LoL brasileiro, e disputou duas finais de Split do CBLoL. O único porém é que o clube da Gávea não venceu nenhuma das três finais que disputou. As derrotas para IDM (atual Uppercut), KaBuM e para a própria INTZ foram aos poucos aumentando a pressão de afirmação do caro elenco do Fla. A final deste sábado é o momento de brTT e cia. afastarem de vez a sina de vice no LoL.

Como apenas o vencedor do 2º Split é considerado o campeão brasileiro pela Riot Games, a INTZ busca neste sábado apenas o segundo título nacional. Caso conquiste, empatará com a PaiN Gaming em número que de conquistas nacionais. Na contagem geral, os Intrépidos tem mais títulos de Split (cinco) do que qualquer outra equipe brasileira.

Trunfos do Fla desde o início de 2019, os coreanos Byeonghoon “Shrimp” e Chang “Luci” e o multicampeão nacional brTT comandam a escalação do Flamengo. Tanto no 1º quanto no 2º Split do CBLoL deste ano, o Rubro-negro foi avassalador na primeira fase. Resta agora esperar para saber se o elenco formado ainda por Leonardo “Robo” e Bruno “Goku” vai conseguir alcançar o tão esperado título.

Único jogador do atual elenco da INTZ que participou do histórico Exódia, Micael “micaO” reforçou nesta etapa o elenco que bateu o Flamengo no 1º Split e conquistou o título do CBLoL em abril. Destaque da última final, Bruno “Envy” é uma das esperanças dos Intrépidos junto com Rodrigo “Tay”, Diogo “Shini” e Ygor “Redbert”.

MicaO, aliás, tem uma meta pessoal em jogo na decisão deste sábado. Ele persegue os líderes de títulos do CBLoL, brTT e Tockers. MicaO tem três títulos, enquanto os adversários em quatro. Um título o colocaria neste seleto grupo.

+ CBLoL: técnico da INTZ desabafa contra ódio gratuito nos eSports e faz comparação com futebol+ Dia do Psicólogo: tetra do CBLoL, INTZ prova na prática importância de preparo mental nos eSports

Palco da grande final, a Arena da Barra da Tijuca foi inaugurada para os Jogos Pan-americanos de 2007 e foi uma das sedes da ginástica durante a Olimpíada Rio 2016. Recentemente, em 2017, a Riot Games utilizou o local para realizar o Mid-season Invitational, uma espécie de mundialito do LoL. Hoje funciona como uma casa de eventos no bairro da Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro. A arena já recebeu artistas como Paul McCartney, Eric Clapton, Elton John, Guns n’ Roses, Fernandinho e Anitta. Para a partida deste sábado, todos os ingressos já estão esgotados e a tendência é que a torcida rubro-negra seja maioria pela proximidade.

Flamengo e INTZ já se enfrentaram oito vezes na história do cenário competitivo de LoL. Em disputas tanto por MD1 quanto MD3, o Rubro-negro leva a melhor. São sete vitórias de brTT e cia. Mas, quando o confronto foi em melhor de cinco (MD5), deu os Intrépidos. Justamente a final do 1º Split do CBLOL deste ano. Neste sábado, a decisão será em MD5.

As duas equipes devem repetir as mesmas formações utilizadas nas semifinais caso nada de extraordinário acontece. Enquanto a INTZ trabalha para a final na sede em São Paulo, o Fla fica concentrado na Gameland, mansão do canal gamer Final Level, que tem o youtuber Felipe Neto como um dos sócios, na Barra da Tijuca.

No total, o 2º Split do CBLoL distribui R$ 200 mil reais. Para o grande campeão é destinado R$ 70 mil, enquanto a equipe vice-campeã leva para casa R$ 40 mil. Além da premiação e de levantar o troféu, os vencedores serão os representantes brasileiros no Mundial de League of Legends.

A principal competição internacional do MOBA será realizada entre 2 de outubro e 10 de novembro em três sedes. A Fase de Entrada e a Fase de Grupos acontecerão em Berlim, na Alemanha. As quartas de final e as semifinais foram marcadas para Madri, na Espanha. A grande decisão será em Paris, na França.

Comentários

Você não precisa sofrer pra fazer dieta.

entre para o Desafio 19 dias