É impossível não saber quem é Jaspion, um dos heróis japoneses mais conhecidos do mundo. O primeiro episódio da série foi ao ar em 22 de fevereiro de 1988, aqui no Brasil. Mas você sabe tudo sobre esse ícone da TV japonesa?

Jaspion é um herói que se assemelha a um robô por conta da sua armadura. Entretanto no Japão, ele é conhecido por Kyojuu Tokusou Juspion. O herói é o quarto do subgênero tokusatsus, que é chamado de Metal Hero, uma série de heróis com trajes metálicos e robóticos que lutam contra o mal.

A história do herói acontece a muitos anos luz da Terra, em um planeta chamado Edin, onde um profeta que vive no local encontra uma criança que sobreviveu a queda de uma nave. Ele o adotou e o criou sob o nome de Jaspion, acreditando ser uma profecia da Bíblia Galáctica e que seria essa criança destinada a salvar a galáxia das forças do mal.

São eles, uma armadura metaltex, feita do material mais resistente do mundo (alô vibranum e adamantium). A androide Andri, que se torna companheira nas jornadas de Jaspion. E uma nave espacial chamada Daileon que pode se tornar um robô gigante.

A missão de Jaspion e seus companheiros é encontrar os fragmentos da Bíblia Galática, que se perderam pelo Universo após o planeta ancestral de Edin ter sido destruído, e destruir Satan Goss, que é um império do mal.

Jaspion tem um nome bem grandinho para quem não conhece, sua tradução seria algo como ‘Investigador de Monstros Gigantes Campeão da Justiça’. E Jaspion seria a junção das palavras Justice e Champion, o que faria com seu nome, nesse caso, fosse Juspion.

Porém, a pronuncia da palavra “justice” em japonês é diferente (seria mais ou menos “jastice” a pronuncia). Por isso, quando feita a junção das palavras, o nome do herói fica Jaspion. Interessante, não é?

E também vamos combinar, bem mais fácil do que falar Investigador de Monstros Gigantes Campeão da Justiça. Até você falar o nome todo traduzido do personagem, o episódio já acabou.

O personagem principal que leva o nome da série. Criado em um planeta anos-luz de distância da Terra, ele foi treinado para combater as forças do mal quando crescesse e salvar o universo, além de procurar as partes da Bíblia Galáctica.

Uma androide construída para acompanhar Jaspion em todas as suas missões, o que acaba a tornando uma companheira fiel do personagem. Por ser uma máquina, ela tem imunidade a qualquer poder maligno, dando benefício nas ajudas que oferece para Jaspion.

Ele é o cientista da galáxia que cria Jaspion ao encontrar a sua nave no planeta em que vive. Ele é responsável por cuidar da Bíblia Galáctica e quem descobre sobre a profecia que revelava a aparição de Satan Goss. Além de pai de criação, ele é mentor e guia de Jaspion.

É a nave-mãe de Jaspion e a que trouxe o guerreiro do planeta Edin até a Terra. Para combater os monstros gigantes ou outros inimigos, a nave consegue se transformar em um robô do mesmo tamanho das criaturas e enfrentá-las de modo igual. Alguns de seus poderes são o Daileon Punch, Daileon Kick e o Golpe Daileon.

É uma bebê alienígena que foi salva por Jaspion e Anri em uma de suas aventuras. Por conta deste fato, ela passou a acompanhar os personagens em sua empreitada para salvar o mundo, mas ela se limita apenas a pronunciar seu nome ou gemer.

Um ex-estudante de medicina que virou policial da Interpol, principalmente para tentar descobrir quem matou seu irmão mais velho e vingá-lo. O rapaz virou um grande aliado de Jaspion e o ajuda em diversas ocasiões, lutando com dois bumerangues e tendo uma técnica especial em que une suas armas tornando-a uma cruz.

É o principal vilão da série, que nasceu da união de todas as energias negativas do universo. A ideia de Satan Goss é conquistar a Terra e criar um Império dos Monstros para dominar o planeta. Muitos fãs consideram ele o Darth Vader japonês.

Esse é o filho de Satan Goss, herdeiro do Império dos Monstros e um dos arqui-inimigos de Jaspion. Sua principal função é espionar a Terra para seu pai e quando ele está transformado, ele usa uma armadura semelhante a de Jaspion, só que preta. Ele também tem a missão de encontrar e assassinar a Última Criança Irradiada pelo Pássaro Dourado.

Esse personagem é um deus fênix guardião do Universo. Satan Goss teme a figura por conta da profecia galáctica e é um dos motivos pelo qual Jaspion enfrentou diversos momentos em busca do Pássaro Dourado. Ele também ajuda Jaspion em sua empreitada para salvar o Universo.

Foram produzidos 46 episódios, entre 15 de março de 1985 e 24 de março de 1986. A Toei Company, na tentativa de se destacar com as histórias de heróis japoneses, acabou vendo em Jaspion uma grande oportunidade para crescer e transformar o herói em um grande sucesso.

A série só chegou a TV aberta no Brasil alguns anos depois, graças a um dono de uma locadora e descendente japonês chamado Toshi. O rapaz vivia no bairro da Liberdade, em São Paulo, conhecido por ser um dos berços orientais da cidade. Ele viajava até o Japão, gravava programas e filmes asiáticos e voltava ao Brasil, para disponibilizar em sua locadora.

Foi quando decidido a popularizar o herói no Ocidente, uma vez que seus fregueses já tinham interesse no personagem, Toshi se tornou distribuidor oficial da série no Brasil e tentou fazer com que as TVs abertas passassem o programa. Muitos recusaram, mas com a ajuda de Beto Carreiro, a TV Manchete se rendeu e começou a passar Jaspion em rede nacional.

O responsável pela criação do herói foi a Toei Company, provavelmente esse nome deve ser bastante familiar para você, principalmente quem é apaixonado por animes. É bem possível que um dos nomes que apareça em sua cabeça quando falamos em Toei é Cavaleiros do Zodíaco.

E foi graças a companhia oriental que Jaspion foi criado e teve muito sucesso, já que a Toei tinha mais três projetos no mesmo estilo. Gyaban, Sharivan e Shaider eram heróis com a mesma temática de personagens de aparência robótica e que tinham histórias bem semelhantes, o que não causou tanto sucesso assim.

Pensando nisso, a Toei viu a necessidade de criar uma nova história que pudesse ter a mesma versão de um herói robótico. Foi assim que a história de Jaspion nasceu e conquistou muitos brasileiros, se tornando uma trama de sucesso no país.

Paa os fãs que quiserem matar a saudade do herói nipônico e para a nova geração que quer conhecer mais, uma versão brasileira de Jaspion será lançada. A Sato Company, responsável pelo desenvolvimento do projeto, fará a edição para comemorar os 30 anos da exibição da série no Brasil.

Apesar de alguns atrasos sofridos, a obra está prevista para chegar em agosto de 2020 para deixar um quentinho no coração do público que pegou a fase de Jaspion nas TVs. Os atores serão brasileiros, com descendência japonesa, e tudo está passando pela aprovação da Toei Company.

Comentários