Itabaiana foi o maior celeiro de atletas do basquete sergipano, eram mais de 300 alunos praticantes por ano. Esta história começa em 1976, quando o professor Romilto Mendonça iniciou o basquete com os alunos do Colégio Estadual Murilo Braga, e continuada com o professor José Antônio, em 1978. Em 1980, comecei a dar aulas de basquete no CEMB e em 1981 ganhamos o primeiro título em nossa carreira, na categoria A feminino dos jogos da primavera. Foi o início de um projeto maior com a juventude itabaianense, que através do esporte conseguimos educar milhares de crianças e adolescentes afastando-os do álcool, droga, más amizades, da violência e incentivando-os a estudar para ter um futuro melhor.

 

     Em 1984, tivemos a ideia de criar a Associação Itabaianense de Basquetebol com os alunos e ex-alunos que praticavam o esporte, tendo como objetivos estimular a prática do basquete, organizar e realizar competições no município. Ao longo desses anos, realizamos Campeonatos de basquete em várias categorias, Festivais de Arremessos, Exposições de fotografias do basquete nas escolas, Gincanas Esportivas, Caça ao Tesouro, Concursos de Pesquisas sobre basquete, Calourada, Forró dos basqueteiros e Festa de Confraternização de fim de ano.

 

     Em 1987, fundamos o Jornal do Basquete para divulgar as notícias do nosso basquete e de todo o mundo. O Jornal tinha quatro páginas e além de falar do basquete tinha curiosidades, passatempo, mensagens. Foi impresso até 1989.

 

     Nesses trinta anos do basquete no Murilo Braga, participamos dos Jogos Infantis, Jogos da Primavera, Campeonato escolar, Jogos Escolares da Rede Pública, Jogos Estudantis, Seletiva dos Jebs e Campeonatos Sergipanos em todas as categorias e ambos os sexos, onde conseguimos ganhar 63 troféus, 23 medalhas de ouro, 24 de prata e 16 de bronze. Mais do que troféus e medalhas, ganhamos o respeito e agradecimento dos alunos, pais e da comunidade por ter contribuído na formação integral de milhares de alunos com responsabilidade, dedicação, entusiasmo e abnegação.

Leia também  Histórico! "Falcão e o Soldado Invernal" é a estreia mais assistida do Disney+

 

     Vários alunos nossos defenderam o Estado em competições nacionais pelas seleções estaduais de basquete.

 

     Desde 1976, realizávamos o Campeonato Serrano de basquete com os alunos, ex-alunos e até com equipes convidadas de Aracaju. Foram 27 campeonatos e milhares de atletas participantes, quando em 2003 realizamos o último, porque desde 1996 com a implantação da LDB nº 9396, os alunos deixaram de escolher o esporte como prática na aula de educação física; as turmas foram sendo formadas pelas mesmas da sala de aula, no mesmo turno e mistas; as aulas foram reduzidas de três para duas dando ênfase a teoria; os professores passaram dar mais aulas de educação física e menos de treinamento esportivo, com isso, o número de atletas foi reduzido drasticamente em todos os esportes; o resultado, todos nós conhecemos, as escolas públicas que eram fortes no esporte estudantil como o Atheneu, Castelo Branco, Tobias Barreto, Costa e Silva, Murilo Braga e tantas outras, hoje são meras coadjuvantes das escolas particulares em qualquer competição, salvo poucas exceções.

 

     Os nossos campeonatos sempre tiveram o apoio da imprensa sergipana através de vários jornalistas, verdadeiros incentivadores do esporte, que homenageamos com a medalha “Amigo do Basquete”, a qual criamos alguns anos atrás como reconhecimento a estes profissionais, entre eles: Geraldão, Jurandir Santos, Paulo Roberto, Barroso, George, Rosalvo Nogueira, Wellington Elias, Carlos Magalhães, Roberto Silva, Rivando Góis, Roberto Carioca, Genário Santos, Ronaldo Lima, Alexandre Santos, Gilmar Carvalho, Eugênio Santana através do Jornal da Cidade, Cinform, Diário de Aracaju, Semanário Sportivo, Jornal de Sergipe, Jornal da Manhã, Gazeta de Sergipe e Correio de Sergipe; da Radio Capital do Agreste, Princesa da Serra, Itabaiana FM e Educadora; da TV Sergipe e TV Atalaia. O patrocínio do comércio de Itabaiana foi importante para desenvolvermos todos os projetos ligados ao basquete.

Leia também  25 anos de Resident Evil: conheça as origens, o impacto e legado da série

 

     Nesses trinta anos ensinaram basquete no Murilo Braga os professores: Romilto Mendonça, José Antônio, José Costa e Benjamim Alves que iniciavam e treinavam as equipes para disputar os diversos campeonatos; e os professores Aelson Góis, Leila Camerina e Maria Aparecida que davam a iniciação esportiva. Foi um trabalho árduo, mas gratificante, porque conseguimos educar três gerações de estudantes, ensinando-os valores como: respeito, disciplina, honestidade, responsabilidade, amizade, justiça, solidariedade e cidadania através do basquete.

 

Professor José Costa

close

🤞 Não perca nada!

Assine nossa newsletter e receba novidades e ofertas exclusivas!

Comentários

Você não precisa sofrer pra fazer dieta.

entre para o Desafio 19 dias