Com a vida corrida das grandes cidades, em que a jornada de trabalho ocupa grande parte do tempo das pessoas, é cada vez mais comum que elas almocem – e algumas vezes jantem – fora de casa. Restaurantes self-service por quilo se tornam uma opção por oferecem menores preços e cardápios mais variados. Contudo, essa variedade pode se tornar um problema: diante de tantas escolhas, muitas pessoas se perdem montando um prato com alimentos sortidos, e, na maioria das vezes, pouco saudáveis.

Segundo o especialista em emagrecimento e certificado em nutrição otimizada e saúde e bem-estar pela San Diego State University (SDSU) e idealizador do site Emagrecer de Vez, Rodrigo Polesso, as pessoas que buscam a saúde em primeiro lugar devem, no restaurante por quilo, montar um prato visando aquilo que ele denomina ‘alimentação forte’. “Uma alimentação baseada em alimentos de verdade que prioriza os alimentos mais nutritivos, limitada em substâncias comestíveis e mais reduzida em carboidratos”, explica.

Vegetais são sempre uma boa pedida, ele defende. “Rúcula e agrião, por exemplo, estão entre as folhas mais nutritivas, mas não se esqueça de outras boas opções como tomate, pepino, alface, cenoura e repolho”, diz. São todos carboidratos fibrosos, que se enquadram no quesito ‘alimento de verdade’, e fazem muito bem à saúde. Nesta seção do buffet, outra boa opção é o guacamole, que Polesso indica que faça parte do prato, pois é uma ótima fonte de gordura.

Como as alternativas são tantas, Polesso sugere que as pessoas escolham dentro da filosofia da ‘alimentação forte’, os alimentos que mais gostam e não se preocupem tanto com controle de porções. “Eu acredito que devemos consumir a quantidade de comida que desejarmos, desde que sejam alimentos de verdade. E a ciência apoia. Em estudos comparativos, a qualidade sempre aparece como mais importante que a quantidade para o emagrecimento e para a saúde”, afirma o especialista.

Selecionados os verdes, parta para as proteínas, escolhendo a carne de sua preferência: boi, frango, peixe, porco etc, ou ainda ovos, queijos, etc. “Em um por quilo, o grill é uma ótima área para se explorar. Evite apenas a linguiça, por não saber todos os ingredientes que a compõem”, diz. No que se refere à carne de porco, existem ótimas e saborosas opções. As pessoas costumam evitar, mesmo gostando, por acreditarem que engorda e faz mal ao coração. Pensamento equivocado. Segundo o especialista em emagrecimento, medalhão suíno, bacon e outros derivados de porco são ótimos para a saúde e podem ajudar a emagrecer. O especialista aconselha apenas que se tome cuidado com os molhos que acompanham as carnes, preferindo aqueles sem ou com pouco aditivos.

No que diz respeito aos acompanhamentos, Polesso indica ovos de todos os tipos – de galinha, codorna etc. – , pois são ricos em nutrientes. Da mesma forma, azeitonas são excelentes opções, por serem fontes de gordura bem-vindas ao organismo. O queijo, para quem tolera lactose, também é bem nutritivo. O especialista destaca que o problema não é a gordura em si, mas a fonte dela. “Evite sempre óleos vegetais, como canola, milho, soja e outros”, diz. Temperos podem ser consumidos à vontade, inclusive ervas, que são excelentes fontes nutricionais.

Entre os alimentos que devem ser limitados por aqueles que buscam um emagrecimento acelerado estão o arroz e feijão, por terem alta quantidade de carboidratos. Fuja, também, de fritos e empanados. Para prepara-los, geralmente se utiliza farinha de trigo, que é um produto industrializado, e óleo vegetal, substância responsável por inflamar as artérias. Aquele que preza pela boa saúde também deve ficar longe do pãozinho, figurinha carimbada nos buffets. “Alta fonte de carboidratos e pobre em nutrientes, ele promove o acúmulo de gordura no organismo”, argumenta.

Um prato saudável e otimizado para o emagrecimento montado em um restaurante por quilo pode ser muito mais saboroso do que se imagina. “As pessoas não querem viver de dieta em dieta, para o resto da vida, por isso a escolha por alimentos que as façam se sentir bem”, finaliza.

Gostou do conteúdo? Então, deixe seu comentário; ele é muito importante. Envie sua sugestão de novos assuntos pelo Messenger. Curta e siga o Blog do Maurício Araya no Facebook, Twitter e Instagram; e inscreva-se no canal no YouTube.