O verão já está a todo vapor. A estação, que segue até março, é ideal para quem curte praia e piscina. Em clima de férias, várias celebridades estão aproveitando o período para lançar tendências de beachwear. Nesta temporada, um acessório em especial vem dando o que falar nas composições dos famosos brasileiros: o maxi chapéu de palha. 

O acessório que está fazendo sucesso nas redes sociais não é nada básico. As celebridades estão investindo no exagero.  Além de proteger o rosto dos raios solares, a peça é estilosa e deixa qualquer combinação tropical mais interessante.

Camila Queiroz, por exemplo, dividiu com os seguidores a combinação do acessório com maiô feito de material sustentável. Logo surgiram as brincadeiras nas interações.

“Queria um chapelão desses pra me esconder de todo mundo”, comentou uma internauta. “Me empresta para eu me esconder do boy chiclete?”, publicou outra pessoa.  

A modelo Isabeli Fontana também postou um clique no estilo. “Que chapéu pequenininho”, ironizou um fã. “Adorei o chapéu! Protege do sol quente”, observou uma seguidora. “Com esse chapéu já economiza o guarda-sol”, escreveu mais um follower.

Em 2017, a Jacquemus lançou a tendência internacionalmente. O desfile, que entrou para a história como o primeiro show de moda realizado no Museu Picasso, abriu a Semana de Moda de Paris com a temporada de primavera/verão 2018. Lá, o famoso chapéu exagerado entrou para o universo fashion como uma trend que veio para ficar. 

Neste ano, o estilista comemorou o aniversário de dois anos do hit. “Nunca esqueceria essa coleção que mudou a nossa aventura de alguma maneira”, escreveu Simon Porte Jacquemus no Instagram.

Além disso, ao comemorar 10 anos da grife, em junho, repetiu a dose. Na apresentação de primavera/verão 2020, realizada nos campos de lavanda de Valensole, no sul da França, o chapéu enorme voltou a aparecer, inclusive em outfits masculinos.

Também teve espaço para polêmicas. Em 2018, uma foto da modelo Bella Hadid com um chapelão deu no que falar. A imagem foi compartilhada pelo próprio Jacquemus.

Contudo o Diet Prada apontou que o acessório usado pela top model não era da grife francesa, mas sim da etiqueta mexicana Olmos & Flores, que empregou técnicas locais. O perfil que denuncia plágios na indústria acusou a Jacquemus de “roubar a oportunidade de uma marca menor”. Então começou a discussão para saber qual criação seria a original.

So…that @jacquemus hat on Bella that went viral actually belongs to Mexican brand @olmosyflores .  More specifically, the hat was created using various local techniques from Jalisco, Michoacán, and the San Luis Acatlán region, the designers told @voguemexico . We’ve seen this happen before–a brand with more power and hunger for a major credit swoops in and steals the opportunity from a smaller brand.  It just so happened that Jacquemus had already created THE hat of SS18, so any giant hat could rightfully be his, right?  Nope.  When you’re the industry’s current darling, you can try….but, you can’t always have it all lol. • #olmosyflores #palapahat #mexican #mexicandesign #voguemexico #jacquemus #labomba #gianthat #hat #accessories #bellahadid #beach #mexico #wiwt #ootd #hypebae #strawhat #crafts #beachlife #beachbum #sand #dietprada

É claro que a possível cópia rendeu nas redes sociais. No entanto é inegável que a repercussão — tanto positiva quanto negativa — só aumentou a fama da peça e inspirou outras marcas.

Facebook Comments