por que no final das contas, não é uma questão de opção política, é uma questão de bom senso! desafio 3 mulheres que admiro á se posicionarem também á favor do amor e das nossas conquistas que não podem ser apagadas assim… @maiaraemaraisa e @galcosta #EleNao

“A gente não precisa desse retrocesso, eu sou uma mulher que batalhou bastante dentro das outras mulheres do sertanejo para quebrar preconceito de um mercado completamente machista (…) Marília Mendonça com certeza é #EleNão”, conclui Mendonça, marcando Gal Costa e a dupla Maiara e Maraisa na publicação.

Em vídeo no Instagram, a cantora Daniela Mercury também se declarou contra Bolsonaro, convocando “todas as mulheres” para ato contra o candidato em 29 de setembro. “Ele não porque ele é machista, ele não porque ele é homofóbico, ele não porque ele é racista, ele não porque é um atraso para a nossa democracia”, diz.

Depois de ter gravado vídeo polêmico em que se recusava a falar sobre política, a cantora Anitta voltou atrás neste fim de semana e também lançou vdíeo aderindo à campanha. “Eu também quero deixar claro que em momento nenhum eu desmereci a hashtag. Como eu sou a favor da democracia, eu apoio, sim, o uso da hashtag ‘Ele não’”.

não falo de música porque eu não sei uma nota. mais o pouco que sei sobre política,consumismo, socialismo. o tal do #elenao é moda ou a maldita política de interesse próprio e não da nação. acordem fãs, povo, Brasil. É muita gente batendo e quando vamos atrás de saber o porque?ficamos do lado de cá…
podem chorar, Elesim vai tirar a lei Rouanet. e colocar esse dinheiro a serviço dos Fãs não dos “artistas”.