Com doses reforçadas de conscientização, escolas do Estado vêm investindo na criatividade e no engajamento para fornecer aos alunos e às comunidades onde atuam dicas de prevenção contra o coronavírus, doença que teve seu primeiro caso confirmado no Espírito Santo nesta quinta (5) pelo Ministério da Saúde.

No Centro de Educação Infantil Recriar, em Jardim Camburi, as professoras foram orientadas a redobrarem atenção quanto ao uso do álcool em gel nas crianças. Após compartilharem brinquedos, antes e após as refeições, por exemplo, os alunos são direcionados até o álcool em gel e fazem uso do produto.

A todo momento, as funcionárias da limpeza fazem esterilização dos móveis, mesas e cadeiras. “Estamos trabalhando com a diretora pedagógica e haverá um movimento na Recriar em que as crianças serão orientadas a não tossirem nas mãos, e sim no cotovelo. Alguns pediatras já estão seguindo essa linha, explicando, inclusive, que assim, a contaminação de várias doenças seria evitada”, disse Kelly Milli, diretora da Recriar.

Ela explicou ainda que vai acionar o professor de música, para que ele possa levar para as salas de aula essa informação de maneira lúdica. Com músicas instrutivas. “Comunicados também serão enviados aos pais com esta orientação. Será um verdadeiro movimento em prol da saúde de nossas crianças”, finalizou Kelly.

A contadora e mãe de Beatriz, 2 anos, Helena Sholl, disse que sua filha entrou na creche ainda bem pequena, com cinco meses e já no primeiro ano aprendeu a passar o álcool em gel nas mãos na escola. “Tornando-se uma prática comum no dia a dia dela na escola e em casa. Inevitavelmente crianças colocam as mãos em tudo e na boca e isso nos preocupa bastante, porém, confio na atenção dada pela equipe da creche e nos tranquila”, finalizou.

Nos Colégios Maristas Nossa da Penha, as unidades de Vila Velha e Colatina deram início na última segunda-feira (2) a uma campanha de conscientização à saúde com foco à saúde. Adotando uma linguagem lúdica, a Campanha Liga Marista dos Cuidados Diários tem ilustração de personagens infantis, similar à de super-heróis, e pretende repercutir nas redes sociais e na própria escola medidas preventivas para os estudantes e toda a comunidade educativa.

A instituição também está reforçando presencialmente com as turmas as informações sobre prevenção, principalmente sobre a lavagem correta das mãos, e esclarecendo dúvidas sobre o contágio. As unidades também estão promovendo a higienização dos espaços e abertura das janelas para circulação de ar, além do reforço da utilização do álcool em gel.

Já em Cachoeiro, alunos do Colégio Adventista foram às ruas abordando pessoas com dicas e medidas simples para prevenção. O objetivo foi alertar e orientar a população.

“Ações assim desenvolvem no aluno a solidariedade, a preocupação com o próximo e também a importância do cuidado com a higiene e a saúde”, disse Bruna Tonetto, coordenadora pedagógica do Colégio.

A ação aconteceu na última sexta-feira, 28/02, na Rodoviária de Cachoeiro de Itapemirim. A ideia chamou a atenção das pessoas para a prevenção. Os alunos estavam com máscaras, placas de conscientização e distribuindo panfletos informativos. Além disso, as crianças também abordaram as pessoas aplicando álcool em gel em suas mãos gratuitamente.

Comentários