Nem deu tempo de sonhar. O Avaí jogou pouco e acabou derrotado pelo placar de 2 a 0 para a Ferroviária, em Araraquara (SP) e deu adeus à Copa do Brasil 2020. Resultado negativo, mais um na temporada, aumenta a pressão sobre o trabalho do português Augusto Inácio.

Pelo lado do Avaí, pouco inspirado, uma bola no travessão foi o que fez a equipe ao longo da etapa inicial. Capa, Jonathan e Bruno Silva triangularam antes do volante, suspenso do campeonato estadual, mandar de perna esquerda, no travessão do goleiro Saulo.

O empate não veio. Até teimou, na verdade, mas não veio. Henan foi derrubado dentro da área pelo goleiro Lucas Frigeri. Pênalti assinalado onde o outro ex-Figueirense, Tony, foi pra cobrança e parou no arqueiro azurra.

A “ilusão”, no entanto, não tardou a ser desfeita. Aos 20’ o volante Claudinho recebeu na entrada da área e arriscou o chute, o goleiro Lucas Frigeri bateu roupa e, no rebote, Henan mandou para o fundo da rede.

O gol desestabilizou o time de Augusto Inácio que, desconcentrado, tomou um gol digno do futebol de base. O goleiro Saulo, da Ferroviária, deu um “chutão” para o campo de ataque. A linha de defesa do Leão dormiu e Hygor, sozinho, teve tempo de conduzir, olhar e deslocar Frigeri. 2 a 0.

Facebook Comments