Carol Dias falou mais uma vez sobre a época em que trabalhava como panicat. A ex-dançarina do extinto Pânico na Band mandou um recado para as mulheres que buscam o corpo perfeito e lembrou o quanto foi difícil sua fase na TV

“Para mim, é importante eu compartilhar minha história quantas vezes for preciso, para que vocês entendam o que eu passei e verem que não sou diferente de ninguém”, avisou a famosa.

A ex-panicat compartilhou uma foto da época na TV e desabafou: “Nessa época eu escutava: ‘você deve ser feliz’, aliás as meninas de TV… Ah eu gostaria de ter o corpo delas. Eu pensava assim: ‘eu gostaria de ter uma mente tranquila e uma autoestima que muitas mulheres têm e eu não’”.

Carol disse ainda que se sentia um lixo. “Eu me enxergava feia, sem capacidade e chorava comendo uma banana, para não desmaiar no palco. Usava inalador para trabalhar. Quantas vezes eu achava que tinha engordado e vomitava? Muitas”, confessou.

“Sabe quanto custa ter saúde?! Muito! Tomei milhões de remédios para emagrecer. Treinava 5 horas por dia. Me comparei e me cobrei demais. Demais, demais”, lembrou a celebridade, que hoje vive uma vida muito mais saudável e longe da pressão da televisão.

Em seguida, ela aconselhou as mulheres. “Eu tenho hoje uma vida melhor. Muito melhor. Aquele corpo cheio de cicatrizes, hoje ainda carrega algumas menores, que serviram de aprendizado. Se queremos mudar, que seja de maneira amável e com apoio”, recomendou.

Carol Dias finalizou com uma reflexão: “Um dia eu chorava escondido. Ninguém viu. Mas, hoje posso abrir meu coração e ajudar você com a minha alma”.

LEIA ESTE RECADO. Pra mim, é importante eu compartilhar minha história quantas vezes for preciso, para que vocês entendam o que eu passei e verem que não sou diferente de ninguém. Nessa época eu escutava: você deve ser feliz, aliás as meninas de TV…ah eu gostaria de ter o corpo delas. Eu pensava assim: eu gostaria de ter uma mente tranquila e uma autoestima que muitas mulheres têm e eu não. Eu me sentia um lixo. Eu me enxergava feia, sem capacidade e chorava comendo uma banana, para não desmaiar no palco. Usava inalador pra trabalhar. Quantas vezes eu achava que tinha engordado e vomitava? Muitas. PARA! Para de achar que mulheres são perfeitas e você só tem defeito. Eu quero que você se sinta bem, saudável e feliz. Sabe quanto custa ter saúde?! Muito! Tomei milhões de remédios para emagrecer. Treinava 5 horas por dia. Me comparei e me cobrei demais. Demais demais. E quer saber? Eu não tava feliz. Eu não contava pra vocês, mas um dia abri meu coração sabendo que poderia tomar muitos xingamentos. Eu quero te ajudar a abrir seus olhos. Mostro meu fracasso aqui para você entender de uma vez por todas que você tem saúde, que você precisa ter calma com você, se amar, afinal, muitos gostaríam de ter sua vida não acha? E foi por tudo, que eu hoje quero minhas alunas que querem emagrecer, antes de tudo, saudáveis, felizes e sorrindo. Eu converso com elas todos os dias e quando vejo que mudaram a mentalidade e entendem que são mulheres únicas e que vamos melhor dia a dia, isso me motiva a continuar. Mulheres, eu tenho hoje uma vida melhor. Muito melhor. Aquele corpo cheio de cicatrizes, hoje ainda carrega algumas menores, que serviram de aprendizado. Se queremos mudar, que seja de maneira amável e com apoio. Isso me inspira. Me dá combustível para seguir ajudando pessoas todos os dias a terem uma vida saudável. Um dia eu chorava escondido. Ninguém viu. Mas, hoje posso abrir meu coração e ajudar você com a minha alma. Beijo de luz e sejam felizes amores meus 😁✨❤️🙏🕺🕺

Paulo Carvalho acompanha o mundo da TV desde 2009. Radialista formado e jornalista por profissão, há cinco anos escreve para sites. Está no RD1 como repórter e escreve semanalmente para a coluna Você Sabia?. Pode ser encontrado nas redes sociais no @pcsilvaTV ou pelo email paullocarvalho19@gmail.com.

AnittaBruna MarquezineGracyanne BarbosaMarina Ruy BarbosaPablo VittarXuxa MeneguelFátima BernardesSimone e SimariaCleo PiresSabrina SatoMaisaLarissa ManoelaFernanda LimaDanilo GentiliNeymarDébora Nascimento