O Centro Universitário Alves Faria (Unialfa) anunciou que desligou um estudante suspeito de importunação sexual contra ao menos três colegas, dentro da instituição, em Goiânia. A Polícia Civil recebeu as denúncias das vítimas, registrou as ocorrências e investiga os casos.

"A UNIALFA, ao tomar conhecimento das denúncias de importunação sexual apresentadas por três de suas estudantes, envolvendo também um de seus alunos, adotou todas as medidas previstas em seu regimento e, após cumprir as etapas previstas no referido instrumento, optou pelo desligamento do acusado, que já não integra o seu quadro discente".

Segundo informou à TV Anhanguera a delegada Cássia Sertão, responsável pelo caso, o estudante se apresentou espontaneamente na delegacia na quarta-feira (5), na presença de dois advogados, foi ouvido e liberado. Além dele, testemunhas também serão inquiridas.

Segundo os relatos das vítimas, o suspeito – que cursava engenharia elétrica – agia sempre de forma semelhante. Ele abordava as mulheres de forma educada alegando que as roupas delas estavam sujas. Ao se predispor a ajudar, apalpava as meninas sem o consentimento delas.

Comentários