Casos de celebridades acusados de terem matado a parceira (Crédito: Renata Caldeira/TJMG)

No último dia 13, o goleiro Bruno, voltou à mídia ao afirmar que não voltará mais a jogar futebol e que pretende seguir carreira como investidor financeiro. O ex-jogador do Flamengo foi condenado pelo assassinato de Eliza Samúdio em 2010, com quem teve um relacionamento amoroso e um filho.

+ Corretora divulgada por goleiro Bruno é proibida de atuar no Brasil e envolvida em propaganda enganosa

+ Ex-Flamengo, Goleiro Bruno anuncia aposentadoria dos gramados e vira investidor

+ Goleiro Bruno obtém liminar para retirar tornozeleira eletrônica durante jogos

Além de Bruno, outros homens famosos tomaram conta da mídia não só por suas carreiras, mas pelo envolvimento nos homicídios de suas parceiras. Confira a seguir cinco desses casos:

O.J. Simpson

O ex-jogador de futebol americano protagonizou o que é, até hoje, um dos casos mais famosos de crimes envolvendo celebridades. Em junho de 1994, ele foi acusado de ter matado sua ex-esposa e um amigo dela. No mesmo mês, foi perseguido pela polícia por 96 horas. Ao fim do julgamento, que durou um pouco mais de um ano, ele foi absolvido do duplo homicídio. Em 2007, ele lançou um livro chamado “If I Did It” em que ele descreve, hipoteticamente, como teria arquitetado o crime.

Sid Vicious

Além de ter sido um dos nomes mais importantes do movimento punk norte-americano na década de 70, Sid Vicious também viveu um romance turbulento com Nancy Spungen. O casal ficou famoso pela relação codependente e abuso excessivo de drogas, que teve fim com o assassinato de Nancy em 1978 em um hotel. Sid foi preso e acusado de homicídio em segundo grau, mas logo em seguida conseguiu condicional. No início de 79, ele morreu de overdose de heroína antes de ir a julgamento.

Leia também  'Tentativa permanente de controle', diz Isadora Pompeo após se separar de jogador do Flamengo 'Tentativa permanente de controle', diz Isadora Pompeo após se separar de jogador do Flamengo | Celebridades

Lindomar Castilho

Em 1981, o ex-cantor brasileiro, criador da música-tema de Os Normais “Você é Doida Demais”, assassinou sua ex-esposa com cinco tiros pelas costas. Lindomar foi preso em flagrante e condenado a 12 anos de prisão em 1984. Ele saiu da prisão em 1996 e, em 2000, se aposentou da carreira musical.

Michael Jace

O ator norte-americano Michael Jace ficou famoso por interpretar um policial na série The Shield, que foi ao ar entre 2002 e 2008. Em 2014, porém, Jace foi preso após ligar para o serviço de emergências e informar que havia atirado em sua esposa. Quando a polícia chegou, April Jace já estava morta. O julgamento só terminou em 2016, quando o ex-ator foi condenado a 40 anos de prisão por homicídio em segundo grau.

Robert Blake

Baretta foi uma das séries policiais americanas mais famosas dos anos 70, estrelando ninguém menos que Robert Blake, que começou sua carreira como ator ainda criança. Em 2005, ele foi condenado pelo assassinato de sua esposa, que ocorreu em 2001. Apesar de não ter sido o autor do tiro fatal na mulher, ele foi condenado por ter contratado um assassino de aluguel para realizar o crime e obrigado a pagar 30 milhões de dólares aos filhos da vítima.

Veja também + Filhos de Cid Moreira acusam mulher de maus-tratos e cárcere privado: ‘Ele é vítima’+ Pintor é expulso de rodízio por comer 15 pratos de massa; assista+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua+ Yasmin Brunet quebra o silêncio+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

Comentários

Você não precisa sofrer pra fazer dieta.

entre para o Desafio 19 dias