postado em 25/04/2021 20:33 / atualizado em 26/04/2021 00:25

(crédito: MARK RALSTON / AFP)

A 93ª cerimônia do Oscar 2021 começou e está sendo realizada neste ano em três cidades: Los Angeles, Paris e Londres. O maior evento de cinema precisou passar por algumas mudanças devido a pandemia da covid-19, incluindo o número de convidados. No tapete vermelho, as celebridades já estão chamando atenção com looks fabulosos, além de um acessório em comum: as máscaras.

O evento está sendo transmitido ao vivo começando por um “esquenta” da cerimônia, com breves entrevistas no tapete vermelho e comentários sobre as indicações. O Oscar pode ser acompanhado no TNT, no G1 e no Globoplay. A celebração ocorre dois meses depois do período usual.

A diretora Regina King fez a abertura da cerimônia com um discurso sobre a pandemia e lamentou todas as mortes devido a covid-19. A atriz falou ainda sobre a importância do cinema e elogiou os indicados a premiação. 

A atriz Emerald Fennell foi a primeira premiada, recebendo a estatueta pelo Oscar de Roteiro Original, com o filme Bela vingança. 


Temos a primeira vencedora da noite! A estreante Emerald Fennell na categoria melhor roteiro original por Bela Vingança. Quem amou?#Oscars pic.twitter.com/E0A37gItOa


— Correio Braziliense (@correio) April 26, 2021

Apesar de não estar entre os favoritos, o Oscar de Roteiro Adaptado foi para o filme Meu pai. Florian Zeller agradeceu Anthony Hopkins e afirmou pensar nele ao adaptar o roteiro para o cinema.


Azarão? Meu pai, de Florian Zeller, não era favorito na opinião dos críticos, mas levou a estatueta de melhor roteiro adaptado no #Oscars .

O drama sobre um homem com Alzheimer estrelado por Anthony Hopkins concorre a outros prêmios esta noite. pic.twitter.com/333TnBwjmY


— Correio Braziliense (@correio) April 26, 2021

Apontado como favorito entre o público, o Oscar de Filme Internacional vai para Druk – Mais uma rodada, Dinamarca. Thomas Vinterberg fez o discurso de agradecimento e se emocionou ao dedicar o prêmio a filha, que faleceu 19 dias antes do início das filmagens: “É um milagre que acabou de acontecer – e você faz parte. Talvez você esteja mexendo os pauzinhos em algum lugar. Mas este prêmio é para você”. 


Thomas Vinterberg discursa em agradecimento pelo #Oscars de melhor filme estrangeiro por Druk.

Emocionado, ele dedica o prêmio à filha morta 19 dias antes do início das filmagens. pic.twitter.com/BK9qgZFaP3


— Correio Braziliense (@correio) April 26, 2021

Também como favorito, o Oscar de Ator Coadjuvante foi para Daniel Kaluuya, de Judas e o messias negro. 


Daniel Kaluuya de Judas e o Messias Negro é consagrado melhor ator coadjuvante no #Oscars desta noite. pic.twitter.com/4p9k6AYi8u

Leia também  Memória viva - O Liberal


— Correio Braziliense (@correio) April 26, 2021

Com grande elenco, o Oscar de Maquiagem e Cabelo vai para A voz suprema do blues. O filme ganhou ainda o Oscar de Figurino.


Com elenco gigante, A Voz Suprema do Blues leva sua primeira estatueta no #Oscars pela maquiagem e pode voltar ao palco agora na categoria figurino. pic.twitter.com/7Z1QtK1e4H


— Correio Braziliense (@correio) April 26, 2021

Dobradinha confirmada e ousadia premiada! A Voz Suprema do Blues ganha também a estatueta de melhor figurino no #Oscars pic.twitter.com/TWxk0eQ7cK


— Correio Braziliense (@correio) April 26, 2021

O Prêmio Humanitário do Oscar deste ano foi para a Motion Picture Television Fund pela atuação durante a pandemia.  


O Prêmio Humanitário do #Oscars deste ano foi para a Motion Picture Television Fund pela atuação durante a pandemia.

Em seguida, vem o melhor diretor! pic.twitter.com/9XkCFwD7YT


— Correio Braziliense (@correio) April 26, 2021

Como já esperado por todos, Oscar de Direção vai para Chloé Zhao, por Nomadland. Ela é a segunda mulher a levar o Oscar na categoria melhor direção em 93 anos. Além de ser a chinesa, levando a categoria a consagrar um diretor asiático pelo segundo ano seguido.


Ai meu Deus, é a patroa! Chloé Zhao, de Nomadland, é a segunda mulher a levar o #Oscars na categoria melhor direção em 93 anos!

Além de ser chinesa, levando a categoria a consagrar um diretor asiático pelo segundo ano seguido. pic.twitter.com/SODtv6EKIg


— Correio Braziliense (@correio) April 26, 2021

O som do silêncio levou o Oscar de Melhor Som. O apresentador da categoria, Riz Ahmed, foi o protagonista do filme. A obra tem destaque para os efeitos que tentam mostrar aos ouvintes como é a percepção de quem perde a audição.


Com a premiação apresentada pelo protagonista, O Som do Silêncio leva a estatueta de melhor som no #Oscars

Com destaque para os efeitos que tentam mostrar aos ouvintes como é a percepção de quem perde a audição pic.twitter.com/cpQ0LK14Wn


— Correio Braziliense (@correio) April 26, 2021

A produção da Netflix Two distant strangers recebeu o Oscar de Curta de Ficção. A obra, que fala sobre violência policial e racismo, teve um forte discurso de Travon Free sobre violência policial nos Estados Unidos. O ator pediu ainda que as pessoas não sejam indiferentes sobre a situação. 


O prêmio de melhor curta-metragem do #Oscars vai para outra produção da Netflix: Two Distant Strangers

Com um discurso forte sobre a violência policial nos EUA, Travon Free pediu: “Não sejam indiferentes”. pic.twitter.com/CNSbRHRAWX

Leia também  Confira as residências luxuosas em que as celebridades estão isoladas


— Correio Braziliense (@correio) April 26, 2021

O emocionante Se algo acontecer… te amo recebeu o Oscar de Curta de Animação. O filme mostra o luto de pais que perderam o filho em um tiroteio na escola. 


O melhor curta de animação do #Oscars deste ano também é um filme da Netflix e vai te fazer chorar mais que qualquer longa da Pixar.

Não tinha como ser diferente, o prêmio foi para Se algo acontecer, te amo. pic.twitter.com/OwgwC5ioHD


— Correio Braziliense (@correio) April 26, 2021

Como previsto, Soul recebeu o Oscar de Animação. O filme estava como o preferido entre o público.


E as alminhas estão em festa! Soul é consagrado melhor longa de animação do ano pelo #Oscars E aí, concorda com a decisão da academia? pic.twitter.com/ZnSwWZMzOs


— Correio Braziliense (@correio) April 26, 2021

Mostrando a ida de uma mulher de 90 anos ao campo de concentração onde o irmão morreu, Collete recebe o Oscar de Curta Documentário.


Surpresa, mas não desapontada! Colette vence como melhor curta documental no #Oscars deste ano. Com 24 minutos, o filme fala sobre uma mulher que resistiu à ocupação nazista na França. pic.twitter.com/SwBkGO2VL8


— Correio Braziliense (@correio) April 26, 2021

E mais uma obra da Netflix recebeu o prêmio: Professor polvo vence a categoria de Melhor Documentário. O filme mostra a relação de um mergulhador e de um polvo na África do Sul.


Dona Netflix está com tudo hoje! Professor Polvo vence na categoria melhor documentário.

Rolou um remember com A Forma da Água? Só a academia poderá dizer!#Oscars pic.twitter.com/U04RxfrzaR


— Correio Braziliense (@correio) April 26, 2021

Tenet levou a estatueta de melhores efeitos visuais. O filme teve entre os concorrentes diretos Mulan e O Céu da Meia Noite.


Tenet leva a estatueta de melhores efeitos visuais. Entre os concorrentes diretos estavam Mulan e O Céu da Meia Noite.#Oscars pic.twitter.com/KgYsZSaebw


— Correio Braziliense (@correio) April 26, 2021

Youn Yuh-jung recebeu o Oscar de Atriz Coadjuvante. A sul-coreana fez parte da obra Minari. A atriz, de 73 anos, foi apontada pelo público como a alma do filme.


Poxa, Glen, perdeu de novo!

O prêmio de melhor atriz coadjuvante no #Oscars foi para a coreana Yuh-Jung Youn, de Minari. Merece? Muito! pic.twitter.com/qDTBD6pMbq


— Correio Braziliense (@correio) April 26, 2021

Dobradinha Mank: o filme com mais indicações acaba de levar o Oscar de Design de Produção e o Oscar de Fotografia.


O queridinho dos prêmios técnicos chegou: fotografia!

Leia também  Aventureiro que desafia famosos, Bear Grylls quer escalar picos ao som de Abba - 28/04/2021 - Celebridades

E o #Oscars da categoria neste ano vai para Mank. pic.twitter.com/A7lUBqvjy9


— Correio Braziliense (@correio) April 26, 2021

Mais um prêmio! O Som do Silêncio recebeu mais um prêmio de Melhor Edição.


O Som do Silêncio recebe mais um prêmio no #Oscars: melhor edição (montagem)! pic.twitter.com/b6yvnxOEXb


— Correio Braziliense (@correio) April 26, 2021

“Recusem-se a odiar”, diz Tyler Perry. Bilionário e filantropo, ele recebeu o segundo Prêmio Humanitário Jean Hersholt do Oscar nesta noite.  


“Recusem-se a odiar”, diz Tyler Perry. Bilionário e filantropo, ele recebeu o segundo Prêmio Humanitário Jean Hersholt do #Oscars nesta noite. pic.twitter.com/1X2uZdtZnK


— Correio Braziliense (@correio) April 26, 2021

Mais um prêmio para Soul: a obra receber o Oscar de Melhor Trilha Sonora. 


Mais #Oscars um para Soul: melhor trilha sonora.Tinha como ser diferente?”Isso não é sobre carreira, é sobre razão de viver” pic.twitter.com/6DUc3ZWEvg


— Correio Braziliense (@correio) April 26, 2021

Fight for you, da talentosa cantora H.E.R recebeu o prêmio de melhor Canção Original. A música fez parte da obra Judas e o messias negro.


Fight For You, do filme Judas e o Messias Negro, é grande premiada na categoria Melhor Canção Original.

Com apenas 23 anos, H.E.R. já carrega quatro Grammys e, agora, um #Oscars . Você já esperava por essa? pic.twitter.com/plqp6Xg5LM


— Correio Braziliense (@correio) April 26, 2021

A premiação mais esperada foi finalmente divulgada! Nomadland recebeu o Oscar de Melhor Filme. O Oscar consagra pela segunda vez Chloé Zhao.


Nomadland é o grande vencedor da noite na categoria melhor filme! O #Oscars consagra pela segunda vez Chloé Zhao. E aí, concorda com a escolha? pic.twitter.com/LwuCJq2SGn


— Correio Braziliense (@correio) April 26, 2021

Frances McDormand ganhou a terceira estatueta da carreira e soma mais um prêmio para Nomadland como melhor atriz. 


Frances McDormand ganha terceira estatueta da carreira e soma mais um prêmio para Nomadland como melhor atriz neste #Oscars pic.twitter.com/1bniJvC4rE


— Correio Braziliense (@correio) April 26, 2021

O último anúncio foi para Anthony Hopkins, por um homem que enfrenta o Alzheimer em Meu Pai, tendo sido premiado como melhor ator de 2021.


Anthony Hopkins, por um homem que enfrenta o Alzheimer em Meu Pai, é premiado como melhor ator de 2021 no #Oscars desbancando a elogiada atuação de Chadwick Boseman. pic.twitter.com/wGa578Zb1g


— Correio Braziliense (@correio) April 26, 2021

 

Confira onde assistir os filmes indicados ao prêmio.

Comentários